Ministros do Turismo, MDR, Cidadania e Saúde apresentam primeiras ações em resposta às chuvas em Pernambuco

By 29/05/2022 - 18:20Pernambuco

Comitiva do governo federal sobrevoou áreas atingidas e realiza levantamento de necessidades. Nesta segunda-feira, o presidente Bolsonaro estará no estado

Neste domingo (29.05) os ministros Carlos Brito (Turismo), Daniel Ferreira (Desenvolvimento Regional), Ronaldo Bento (Cidadania) e Marcelo Queiroga (Saúde) apresentaram, em Recife (PE), as primeiras ações de apoio aos municípios pernambucanos atingidos por fortes na última semana. Nesta segunda-feira (30.05), o presidente da República, Jair Bolsonaro, deve visitar o estado e anunciar novas medidas. Até o momento, as precipitações, que chegaram a 200 mm em vários municípios de Pernambuco, fizeram 44 óbitos, 56 desaparecidos, 25 feridos, 3.957 desabrigados e 533 desalojados.

“O presidente Bolsonaro estará em Pernambuco amanhã para acompanhar de perto o que está acontecendo e anunciar ações para o estado de Pernambuco. Nenhum pernambucano ficará para trás. Esta é a determinação do presidente Bolsonaro”, destacou o ministro do Turismo, Carlos Brito, que é pernambucano. “Sem saúde não há turismo. Sem assistência social não há turismo. Sem saneamento não há turismo. Por isso, estou aqui também para fortalecer os principais destinos turísticos que foram afetados com as fortes chuvas no estado para que possam se recuperar”, finalizou.

Os Ministérios do Desenvolvimento Regional, Cidadania e Saúde mantêm equipes no estado que realizam um mapeamento da situação e diagnóstico dos impactos para definir as necessidades de suporte do governo federal. O Ministério do Desenvolvimento Regional conta com cerca de R$ 1 bilhão para ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais eventualmente interrompidos por desastres.

A liberação destes recursos foi feita pelo presidente Bolsonaro e, para acessá-los, é preciso que os municípios emitam decretos de emergência. Desta forma, o governo federal também reconhece a situação e pode realizar a liberação de recursos para as primeiras ações de socorro de forma imediata. O ministro do Desenvolvimento Regional, Ferreira, acredita que já nas próximas horas, estes decretos devem ser emitidos pelos municípios.

“A prioridade é o resgate das vítimas e o apoio à população afetada pelas fortes chuvas. Vencida a fase do socorro e da assistência humanitária, partiremos para a fase do restabelecimento de serviços essenciais, com a liberação de mais recursos ao longo da semana”, explicou Daniel Ferreira.

O ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, destacou as ações da Pasta, entre elas a oferta de alojamentos provisórios para todas as famílias atingidas. “Colocamos à disposição todo o Sistema Único de Assistência Social (SAUS) e os profissionais para ajudar as famílias, orientando junto à Defesa Civil, nas regiões em situação de risco. Os nossos equipamentos da assistência social, para ajudar na preparação”, ressaltou o ministro.

Integrando a comitiva, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, apresentou todas as medidas tomadas pelo órgão para o pronto atendimento à população pernambucana. “Nós já estamos trabalhando para o que for preciso de acordo com as situações e dificuldades. Com essa tragédia há uma série de problemas de saúde que podem advir. Diante disso, estamos providenciando insumos do chamado kit desastres para que se somem as ações do estado e dos municípios”, finalizou.

Durante o resto do dia, o ministro do Turismo, Carlos Brito, visitará outras cidades atingidas pelas chuvas no litoral norte do estado. “Nos reuniremos com prefeitos para que a gente possa auxiliá-los e amanhã voltaremos aqui com o presidente Jair Bolsonaro para dar publicidade a todas as ações”, concluiu.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.