Moradores da Mata Sul apresentam as necessidades da região no Fala Pernambuco

By 26/08/2021 - 10:53Mata Sul

Com o propósito de ouvir as demandas do setor produtivo, a Assembleia Legislativa de PE (Alepe), em parceria com o Sebrae, promoveu nesta quarta-feira (25), na Mata Sul, uma nova rodada do Projeto Fala PE. Durante o encontro, os participantes enfatizaram a necessidade de um olhar mais atento para o turismo e o fortalecimento da economia criativa, capaz de gerar oportunidades de emprego e renda.

Presente à reunião, a prefeita de Sirinhaém, Camila Machado, abordou sobre os impactos negativos da economia local provocada pela pandemia do Coronavírus. Em sua avaliação, o turismo foi seriamente afetado e a retomada da economia deve começar pela cadeia produtiva do turismo nas praias do litoral Sul, promovendo o incentivo não apenas para os grandes empresários do setor hoteleiro, mas também para os moradores que vivem da pesca artesanal, dos marisqueiros e da população que sobrevive essencialmente do turismo. “Os problemas sanitário e econômico prejudicaram os que estão mais abaixo na cadeia produtiva. Olhar para os pequenos é uma forma de fortalecer a economia e de incentivar os gestores. Os problemas surgem nos municípios e as soluções devem surgir neles”, pontuou a prefeita.

Na abertura do evento, o superintendente parlamentar da Alepe, o ex-deputado Eduíno Brito, informou que as demandas apresentadas no encontro serão enviadas aos governos federal e estadual. Representando o setor agropecuário, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pombos, João de Ronda, solicitou melhorias nas rodovias estaduais, principalmente em relação à manutenção e sinalização das estradas. João de Ronda cobrou, ainda, a dragagem dos açudes e das barragens para conseguir armazenar maior volume de água e uma assistência mais efetiva por parte do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).

Já presidente do CDL de Escada, Terezinha de Jesus Melo, pediu que o governo do estado tivesse uma atenção especial ao aterro sanitário da cidade por causa da presença dos catadores, sem esquecer de combater a onda de violência em função dos assaltos na PE-45. Ela pediu, ainda, facilidades na obtenção de crédito para os pequenos empresários e empreendedores.

Representante do setor turismo e da economia criativa, a empresária Brenda Silveira destacou que o turismo local é responsável por gerar milhares de empregos na região. De acordo com ela, é essencial a implantação de uma linha de transporte público que faça o itinerário do Aeroporto Internacional do Recife para as praias. Para Brenda, seria importante que houvesse um trabalho ampliado de capacitação voltado para os trabalhadores do artesanato, sobretudo das comunidades de Porto de Galinhas, Salinas e Pantanal. “Existe uma informalidade, um crescimento desenfreado desse meio de hospedagem aqui na nossa região, e a gente precisa estruturar, fazer um estudo de capacidade de carga, como precisam ser esses estabelecimentos”, afirmou.

O presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PP), avaliou como positivo os encontros do Fala Pernambuco e comentou sobre a aprovação por parte do setor empresarial. “Essas discussões já têm surtido efeito e conhecimento. Percebemos que nas duas últimas semanas que estivemos em uma agenda conjunta com o governador, uma no Sertão do São Francisco, e outra no Sertão do Araripe, fomos abordados por empreendedores falando da satisfação de terem participado das reuniões do projeto”, enfatizou.

Essa foi a sétima rodada do Fala PE. Até o momento nove regiões do estado foram contempladas pelo projeto. A próxima parada acontecerá na Mata Norte, no início de setembro. A pauta de encontros regionais será concluída com a escuta das demandas do setor produtivo da Região Metropolitana do Recife.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.