Município de Lagoa do Ouro investe em criação de ala de hospital dedicada ao atendimento de pacientes com covid

Os últimos dias foram marcados pelo aumento do número de casos no Agreste de Pernambuco. O governo do estado estuda as características do vírus, pois acredita que há uma nova variante em circulação. Em Lagoa do Ouro, algumas ações foram primordiais para atender o aumento da demanda decorrente da recente onda de contaminação.

O município conta, desde o início do ano, com um centro de testagem e atendimento ao COVID, que funciona diariamente na triagem e testagem de pacientes com sintomas. Outra ação fundamental (e de poucos municípios na região) foi a estruturação de uma ala exclusiva de leitos de enfermaria com disponibilização de oxigênio no Hospital José Josy Duarte, para atendimento dos pacientes que aguardam a disponibilidade de vagas de UTI. Cumpre destacar a equipe específica de técnicos, enfermeiros, fisioterapeuta e médico evolucionista exclusivo para o setor COVID.

Logo nos primeiros dias instalação, os leitos hospitalares já operaram com sua capacidade máxima, devido o grande número de casos. Ainda, a Vigilância Sanitária vem desempenhando o papel de orientação, fiscalização e prevenção da contaminação no município. Ações preventivas vem sendo realizadas nas feiras livres, além de distribuição de álcool para higienização e intensa fiscalização de aglomerações clandestinas em nossa cidade.

Antes mesmo do último Decreto Estadual, o município já havia decretado restrições maiores, como a suspensão das aulas presenciais e feiras livres no município, no intuito de frear o aumento do número de casos.

Todas essas ações não são suficientes se não houver o apoio da população. Devemos praticar o isolamento social e todas as medidas de higiene necessárias.
Ressaltamos ainda que equipes de saúde vem trabalhando incansavelmente na campanha de vacinação, que avança à medida que o município recebe novas doses.

Apesar de todas as dificuldades que agora enfrentamos, nos resta a fé e a certeza de que juntos conseguiremos ultrapassar este momento crítico.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.