O contra-ataque do presidente

By 10/05/2021 - 00:00ColunaFalaPE

A revista Veja desta semana revelou que o presidente Jair Bolsonaro já tem pronto um contra-ataque aos seus opositores dentro da própria CPI da Pandemia, que investiga falhas da União no combate ao coronavírus. Bolsonaro e seu time querem ampliar o escopo da investigação para governos estaduais e prefeituras, que teriam cometido supostas irregularidades no valor total de R$ 2 bilhões na compra de insumos e montagem de hospitais de campanha.

O Planalto tem como alvos iniciais dois estados: Alagoas e Pará. E os motivos são estratégicos. O primeiro é governado por Renan Filho, herdeiro do senador Renan Calheiros, relator da CPI, que promete complicar bastante a vida de Bolsonaro. O segundo é administrado por Hélder Barbalho, filho do também senador e integrante da comissão, Jader Barbalho. Também está na mira o Amazonas, terra do presidente da CPI, senador Omar Aziz.

Para executar o contra-ataque, Jair Bolsonaro já acionou a Polícia Federal para atuar no encalço dos seus adversários de forma bem veemente. Em modo sobrevivência, o presidente mostra que também pode fazer um estrago irreversível na biografia dos que o desafiam. O embate promete ser mais forte contra Renan, seu desafeto declarado. Pesa ainda contra o alagoano o fato da sua proximidade ao ex-presidente Lula. Segundo a Veja, Renan, inclusive, trabalha para ser o vice do petista em 2022.

Com todo o movimento, o presidente quer também mostrar força política, enviando a mensagem a aliados de que está no páreo e forte para o ano que vem. Nesse sentido, ontem, em pleno Dia das Mães, Bolsonaro promoveu um passeio de moto com apoiadores em Brasília. A pandemia não foi empecilho para ele reunir uma multidão de bolsonaristas. A foto desta coluna, que circulou o país, deixa claro que Bolsonaro não está de brincadeira. O jogo está sendo jogado!

TRANSPOSIÇÃO – O deputado estadual licenciado e secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes, comemorou o início das obras no sistema de abastecimento do Programa de Integração do Rio São Francisco (PISF), projeto que irá atuar de maneira complementar à Transposição do rio. “Fico feliz em ver que as obras em benefício da população sertaneja estão saindo do papel. Por outro lado, me entristece ver alguns políticos dizerem que são os responsáveis por esta obra. Isso não é verdade; os serviços de abastecimento são fruto de muito esforço desde o Governo Dilma e foram possíveis graças à ordem se serviço assinada pelo governador Paulo Câmara, no ano passado. Pelo bem da verdade, faço esse esclarecimento”, ressalta.

VACINAÇÃO – Sob o comando da própria prefeita, Doutora Nadegi, a Prefeitura de Camaragibe realizou o Dia D de Vacinação contra a COVID-19 no último sábado (8). Em apenas oito horas, a gestão conseguiu imunizar mais de três mil pessoas em um grande esforço coletivo nas 45 unidades de saúde e no Drive Thru montado em parceria com o Camará Shopping. Camaragibe é uma referência na imunização contra o coronavírus. O município é o único da Região Metropolitana que não interrompeu a vacinação um dia sequer. As ações têm sido modelo pelo sua organização e ausência de filas, tanto que a prefeitura foi destaque na mídia nacional em virtude desse trabalho.

LÂMPADAS – Cerca de 1.180 lâmpadas queimadas já foram trocadas nos postes de Vitória de Santo Antão até o final do mês de abril. O balanço foi divulgado na última sexta, pelo departamento de Iluminação da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos da Prefeitura Municipal, que segue realizando o serviço na cidade e na zona rural. Realidade que já pode ser vista na área do Engenho Pitú, que fica a cerca de 20km do Centro. A localidade, que antes sofria com a escuridão, foi iluminada, trazendo maior segurança para os moradores. Vinte postes passaram por manutenção na localidade, atendendo solicitação dos moradores.

FALECIMENTO – Um trágico acidente tirou a vida, no último sábado (8), do prefeito de Itaquitinga, Pablo Moraes. Ele capotou seu carro quando chegava ao município. Ainda chegou a ser socorrido para Nazaré da Mata, mas não resistiu. Próximo ao deputado federal André de Paula e ao estadual Joaquim Lira, tinha apenas 38 anos. Pablo era filiado ao Partido Social Democrático (PSD) e havia sido eleito no pleito de novembro de 2020 com 34,64% dos votos válidos. O gestor deixa a esposa, Thalita, e dois filhos. Com a morte de Pablo, quem assume é o vice, seu irmão, Patrick Moraes, também do PSD.

O povo quer saber: como será a semana em Brasília com os desdobramentos da CPI da pandemia?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.