O verdadeiro carnaval-2020 de Timbaúba

Carnaval é festa do povo onde se propagam as tradições, ritmos populares, culturas de natureza sadia onde se posa passar de pais para filhos a verdadeira beleza de uma festa referenciada mundialmente.

A cidade de Timbaúba passou por um ano difícil tanto às comemorações carnavalescas.
Foi observada, drasticamente, a redução de agremiações nas ruas como blocos/troças, bois, caboclos e afins, uma vez que fora registrada em outras épocas aproximadamente 40 grupos relacionados aos gêneros.

Saindo da cultura digamos “raiz”, e avaliando os grandes shows promovidos pela prefeitura, muitos timbaubenses se disseram um tanto quanto saudosos e chateados com atrações que fugiram muito do aspecto tradicional.

Os saudosos carnavais foram alvos de comparativo. Timbaúba já recebeu, em outras gestões, atrações como Alceu Valença, Elba Ramalho, Chiclete com Banana, Araketu, Margareth Meneses, Gil e Banda Beijo, e outros.

Não existem mais os polos multiculturais ou da Fundarpe para a difusão de outros gêneros musicais. Isso acabou gerando desconforto de foliões no tradicional Polo da Marchinha (criado na gestão de Marinaldo Rosendo). Este polo é o queridinho de famílias, jovens ou idosos que curtem um carnaval mais tranquilo, com aspecto de grêmio mesmo a céu aberto onde pessoas frequentam até fantasiadas. Nos intervalos, alguns sons atuais foram reproduzidos e até uma banda tocou axé atraindo outro público, não comum ao tal polo e vindo dos arrastões onde se apresentaram o MC Troinha e Cego.

A Estrutura
Muita reclamação! Como não haviam polos fixos, apenas o da marchinha, a via ficou sem banheiros químicos, com um número insuficiente concentrado apenas nas proximidades da Praça do Centenário. Obviamente, transtornos para os moradores das ruas paralelas onde o odor de urina permaneceu por dias.

O mesmo aconteceu com o lixo, que ficou amontoado em vários pontos da cidade, inclusive ao lado da Escola Santa Maria (no centro). E por falar em transtorno, os buracos já são a marca da cidade. Para se ter noção, o Bloco dos Estudantes foi

A prefeitura ao invés de disfarçar tapando os mais visíveis nas principais vias de acesso, apenas sinalizou com cones e faixas isolando os locais. Isso causou um verdadeiro desmantelo no trânsito pois as vias de acesso estariam interditadas atrapalhando o fluxo.
Não se viu reforço policial, apenas as viaturas comuns ao dia a dia.
A realidade do carnaval 2020 é essa.

A gestão comemora ruas cheias, mas isso sempre teremos porque carnaval é festa do povo. Já condições decentes de brincar ficaram muito a desejar em relação ao padrão de festas e eventos que Timbaúba já conhece.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.