Oficiais de Justiça do Brasil serão vacinados a pedido do Coronel Meira

By 11/06/2021 - 20:10Pernambuco

O Coronel Meira, presidente Estadual do PTB/PE, protocolou, nesta sexta-feira (11), um requerimento pedindo a inclusão dos Oficiais de Justiça de Pernambuco e do Brasil no grupo de prioridades para vacinação contra o Covid-19.

A solicitação que já havia sido realizada verbalmente pelo Coronel, foi entregue oficialmente ao senhor João Lopes, chefe de gabinete do Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que, devido a sua agenda não pode estar presente no ato.

O requerimento Pernambucano se ampliou para o resto do Brasil depois que o Coronel Meira pediu ao PTB Nacional que também solicitasse o pedido para os demais Estados da Federação; fato este, prontamente aceito e assinado por Roberto Jefferson, presidente da sigla.

“Este pedido já havia sido aprovado pelo Ministro Marcelo Queiroga, quando o mesmo, juntamente com o Ministro do Turismo, Gilson Machado Neto e a minha pessoa, estivemos visitando os municípios do Agreste (no fim do mês passado) para saber a real situação das cidades com relação ao combate do coronavírus no interior”, Relatou Meira.

“Ficamos felizes com essa conquista, uma vez que já havíamos tentado a inclusão de nossa classe no programa de imunização, mas sem sucesso; só agora, com o apoio do PTB e do Coronel Meira, conseguimos nosso objetivo”, ressaltou Marcos Albuquerque, presidente do Sindicato dos Oficiais de Justiça de Pernambuco – Sindojus-PE.

Com a oficialização do Ministério da Saúde, 26.823 Oficiais de Justiça da Ativa do Brasil serão beneficiados, destes, 1.440 são servidores de Pernambuco. “Todos os profissionais que estão na linha de frente, tais como policiais, professores, coveiros profissionais de saúde, dentre outros, devem ser prioridades, de igual maneira que os Oficiais de Justiça que lidam diariamente com várias famílias; por isso, solicitamos sua inclusão”, afirmou Coronel Meira.

Cadastramento
Os sindicatos estaduais deverão solicitar dos respectivos Tribunais que encaminhem as listas contendo os dados dos servidores para o Ministério da Saúde.

As informações no documento devem conter o nome das comarcas e seus respectivos Oficiais de Justiça; desta forma, o Ministério repassará os locais e dias para a realização da imunização dos servidores.

“Esse processo de cadastro deverá ser o mais rápido possível, pois, já perdemos muito tempo. Desta forma, contamos com a agilidade e empenho dos Tribunais para o envio das informações para o Ministério”, concluiu, Marcos Albuquerque, presidente do Sindojus-PE.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.