Padre Arlindo recebe Título de Cidadão do Recife proposto pelo vereador Alcides Cardoso

A Câmara do Recife ficou lotada, na noite desta quarta-feira (23), durante reunião solene de entrega do Título de Cidadão do Recife ao Padre Arlindo. A homenagem foi proposta pelo vereador Alcides Cardoso (PSDB) e aprovada por unanimidade.

A reunião solene foi presidida pelo vereador Felipe Alecrim (PSC) e contou com as presenças da deputada estadual e vice-governadora eleita, Priscila Krause; do prefeito de Olinda, Professor Lupércio; do vice-prefeito de Olinda, Márcio Botelho; do prefeito de Tamandaré, Carrapicho, e vereadores do município; do desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Fernando Cerqueira, entre outros.

Em seu discurso, o vereador Alcides Cardoso relembrou a trajetória de Padre Arlindo, que é natural de Olinda, e a importância da sua atuação na comunidade cristã e na sociedade civil. “Padre Arlindo teve a confiança e a coragem de sair da sacristia e ir ao encontro do povo em todos os momentos. Ele não descuida de sua função primeira, que é rezar e manter a fé e a esperança no coração das pessoas”, ressaltou o vereador.

O parlamentar também parabenizou o novo cidadão recifense, “pelo exemplo de religioso, gestor, realizador, motivador que, com uma luta incansável e muito dinamismo, vem transformando a vida e proporcionando dias melhores à população recifense e pernambucana”.

O sacerdote, que é conhecido por seus trabalhos sociais realizados atualmente em Tamandaré, agradeceu à Câmara do pelo título e recordou sua ligação com a capital pernambucana. “Recife tem toda uma história no meu coração de infância, quando saía de Olinda e vinha para o Recife, todos os dias, pegando ônibus. A Rua Nova, a Duque de Caxias, a Rua da Imperatriz, ali foram a minha vida, o meu crescimento, a minha aprendizagem, para poder conseguir o sustento, a sobrevivência”, disse o pároco.

“Eu estudei graças à comida que eu pude trazer do Recife. Hoje, eu digo: sou do Recife e está valendo de verdade”, completou. Marcada pela emoção, a solenidade também contou com apresentações musicais e um coro comandado pelo sacerdote.

Foto: Phillipe Jonathan/Divulgação

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.