Pastor Cleiton Collins declara apoio a João Campos no segundo turno

O parlamentar está confiante em trazer líderes evangélicos, que apoiaram Mendonça Filho no primeiro turno, a caminharem com o psdebista

O deputado estadual Pastor Cleiton Collins, que caminhou junto ao PSB no primeiro turno, declarou, na tarde desta terça-feira (17/11), seu apoio ao candidato a prefeitura do Recife João Campos também no segundo turno. Ainda nesta semana, o parlamentar reunirá lideranças evangélicas que apoiaram o candidato Mendonça Filho para convencê-los a caminharem junto ao psdebista.

Com grande influência no meio evangélico, Collins acredita nessa mudança. “É impossível os cristãos, que defendem a família, apoiarem a Marília Arraes uma mulher que é contra a Bíblia Sagrada. A parlamentar, quando ainda era vereadora, tirou a Bíblia oficial da Casa José Mariano numa polarização. A atuação dela na Câmara com diversos temas que distorcem e desqualificam a família tradicional, sendo flexível a temas como o aborto, entre outros temas”, enfatizou.

João conversou com a comunidade religiosa em uma reunião feita pelo deputado ainda no primeiro turno. A esperança é que, se for eleito, João tenha uma abertura maior de diálogo com a Igreja, pois elas estão mais perto das comunidades fazendo um trabalho social e muito importante na vida daquelas pessoas. O deputado estadual Pastor Cleiton Collins e a vereadora do Recife Missionária Michele Collins junto ao secretário estadual de Prevenção a Violência e às Drogas, Cloves Benevides têm conseguido fazer essa ponte.

Collins e Benevides farão um grande evento de apoio ao candidato. “Estamos trabalhando também para garantir que todos exerçam sua cidadania e evitando assim, o alto número de votos nulos ou brancos. É importante a participação de todo o povo para eleger João, que garantiu governar para todos sem discriminação, mas vendo e apoiando o trabalho que a igreja faz nos bairros, tirando a cidade da violência”, destacou.

Cleiton ainda criticou a atuação da candidata do Partido dos Trabalhadores em sua vida pública. “Não podemos apoiar a Marília Arraes, pois como parlamentar não mostrou serviço e nem para que veio, não vimos ação dela estrutural para ajudar o Recife, nem quando era vereadora e nem como deputada federal. Ela só tem o nome, não podemos deixar isso acontecer”

Collins garantiu ainda que parte da direita apoiará Campos. “A agenda do PT quando estava no poder no Brasil era pautada por projetos para destruir a família, como a PL 122, por exemplo. Dessa forma, todos vão com João que é um jovem de família, cristão e que com certeza vai fazer muito bem a cidade do Recife ao contrário de Marília Arraes”, finalizou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.