Pesquisa aponta crescimento no número de eleitores que acreditam em vitória de João Campos na disputa pela Prefeitura do Recife

 

O deputado federal mais votado na história de Pernambuco aparece como o favorito nas pesquisas

Quer queira ou não os opositores, um fato não pode ser negado: o deputado federal João Campos (PSB), em sua primeira eleição, conseguiu um marco na política: foi o deputado federal mais votado na história de Pernambuco somando 460.387 mil votos. Nos bastidores políticos, há rumores de que o pessebista também irá surpreender na sua disputa como pré-candidato a prefeito do Recife. Há quem aposte que João irá vencer os adversários também de forma histórica.

Suposições à parte, o fato é que as pesquisas eleitorais que estão sendo realizadas para mensurar a aceitação dos nomes dos pré-candidatos a prefeito do Recife mostram o nome de João Campos mais do que em evidência. Na mais recente divulgada pela Datametrica, encomendada pelo PDT, neste mês de agosto, revela que 18% dos entrevistados acreditam que João Campos será o vitorioso no pleito de 2020. Em julho, apenas 11% apostavam no seu triunfo.

Em meados deste mês, o Instituto Conectar, contratado pelo diretório nacional do Democratas, também realizou uma pesquisa de opinião. O nome de João Campos também desponta na frente com 16%, embora seu nome apareça empatado tecnicamente com Mendonça Filho e Daniel Coelho, com 14% cada. No estudo, Marília Arraes e Patrícia Domingos aparecem com 12%, cada.

Discreto ao falar sobre a sua pré-candidatura, João Campos já afirmou que está preparado para ser prefeito do Recife. Também vem argumentando que a idade, 26 anos, não é problema algum destacando que a juventude teve papel importante em acontecimentos históricos como na luta contra a Ditadura Militar e pelas eleições diretas.

João também já rebateu, em entrevista ao Jornal do Commercio, na semana passada, a crítica de que o PSB teria instaurado uma dinastia em Pernambuco afirmando que se a sigla continua sendo eleita é porque a população tem aprovado a gestão.

A campanha do bisneto de Miguel Arraes vem se estruturando cada vez mais. Um planejamento tem sido montado para que os coordenadores possam atuar em diversas áreas da cidade, dividido por zonas. João é formado em engenharia civil pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e já foi chefe de gabinete do governador Paulo Câmara (PSB).

Vale destacar que, a partir desta segunda (31), a corrida pelo sucessor do prefeito Geraldo Julio (PSB) começa a ser definida com o início das convenções partidárias, que serão realizadas até o próximo dia 16 de setembro.

A partir das convenções é que os martelos serão batidos em torno da oficialização dos candidatos e suas coligações. Em 2016, a coligação reelegeu Geraldo Julio no primeiro turno com o apoio de 20 partidos.

O presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, já informou que não há datas definida para a convenção, mas que já está acontecendo o diálogo com o conjunto da Frente Popular.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.