Diante da situação caótica das finanças de Cortês, a prefeita de Cortês, Fátima Borba (Republicanos), realizou na última quinta-feira (28), a “Live Transparência ” com provas documentais com a participação do contador Jarbas Torres, que abordou a situação financeira e patrimonial da Prefeitura Municipal de Cortês. Foram apresentadas a situação da folha de pagamento, principalmente de 2020; a responsabilidade dos gestores anteriores; a real situação dos recursos deixados, entre outros.

Segundo Jarbas Torres, nenhum documento (balanço financeiro e o patrimonial) de 2020 foi repassado até a presente data com saldos de contas, o que impossibilita a prefeita prestar contas de 2020 à população. Existem atrasos nos empréstimos consignados, a Caixa Econômica Federal já notificou a Prefeitura de um débito de R$76 mil, referindo-se a débitos anteriores, situação que deixou os funcionários impedidos de fazer qualquer nova operação com o banco.
A Folha de pagamento de dezembro que não foi paga, tem o valor de R$1,1 milhão, existindo no total “restos à pagar” de R$1,3 milhão (Folha de pagamento, FUNDEB, contas de energia, combustível, dentre outros.

Além disso, R$ 1,2 milhão de créditos de terceiros,
foram usados indevidamente, configurando
crime de responsabilidade fiscal e apropriação indébita, tudo que for retido de funcionários. “A nossa situação não é fácil e todas as informações passadas, estão fundamentadas em documentos.” destacou Jarbas Torres. O quadro é preocupante, mas à prefeita Fátima Borba, está confiante que em breve irá contornar a situação.

Ainda existe um bloqueio de mais de R$1 milhão, não tem saldo em conta das obras que o ex-prefeito Reginaldo Moraes que declarou que existia recentemente na mídia. “O computador da secretaria de sáude, até hoje não foi entregue. As contas foram acessadas peloex-tesoureiro e ex-secretário de finanças depois de exonerados, isso é crime! Já tomamos todas as providências legais. Não estamos fazendo politicagem e sim cuidando do município com responsabilidade”, destacou Torres.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.