Prefeito Mano Medeiros recebe presidente global da Enel X, empresa que lidera o consórcio da PPP da Iluminação Pública

O prefeito do Jaboatão dos Gurarapes, Mano Medeiros, recebeu, nesta segunda-feira (26), o head global e e-city da Enel X, o italiano Carmelo Marino, e o head e e-city da Enel X Brasil, Carlos Eduardo Cardoso, que também preside o consórcio Luz de Jaboatão, com a qual o município assinou a Parceria Público-Privada de Iluminação Pública. Na pauta, além do andamento da PPP, as muitas possibilidades de utilização da tecnologia para dar mais eficiência e qualidade a diversos serviços públicos, como o gerenciamento do trânsito, do transporte e monitoramento de áreas de risco. 

 

Carmelo Marino explicou que a Enel X vem trabalhando com smart cities em diversas partes do mundo, como Bolonha e Milão, na Itália, com foco na inteligência administrativa, utilizando diversos modelos de parceria. Carlos Eduardo reforçou que o interesse da empresa é realmente ser parceira e não mera fornecedora do município. Portanto, ao mesmo tempo em que implantam a PPP querem discutir outras propostas para auxiliar o município.

 

“Temos todo o interesse em encontrar soluções inovadoras para lidar com os múltiplos desafios de administrar a segunda maior cidade de Pernambuco, com mais de 700 mil habitantes, que se distribuem desde a área litorânea até a zona rural. Estamos abertos a ouvir e avaliar todas as possibilidades”, declarou. Tornar Jaboatão uma cidade inteligente é a meta. 

 

O primeiro passo já foi dado, com a PPP. Até novembro, o consórcio deverá concluir todo o mapeamento dos cerca de 47 mil pontos de iluminação do município e o plano de manutenção e operação. Todo o parque elétrico será modernizado em até 18 meses, com tecnologia LED. Mais de R$ 130 milhões serão aplicados, nos próximos 22 anos pelo pelo consórcio (formado pelas empresas Enel X, Selt Engenharia e Mobit), sendo R$84 milhões em novos investimentos. As projeções indicam uma redução de até 71% nos gastos com energia, economia que também será repassada para a população.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.