Prefeitura de Gravatá e autoridades promovem reunião ampliada do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Gravatá

By 24/11/2022 - 08:59Agreste Setentrional

Encontro teve o objetivo de dar celeridade ao trabalho do poder público na ajuda à mulher vítima de violência

Representantes da Prefeitura de Gravatá, por meio da Secretaria da Mulher, das polícias Civil e Militar de Pernambuco, do Ministério Público de Pernambuco, e da Patrulha Maria da Penha da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal de Gravatá atenderam a convocação do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e participaram de reunião ampliada na tarde da quarta (23).

A conversa aconteceu na Casa dos Conselhos, no bairro do Prado, e teve o propósito de criar mecanismos para otimizar as relações institucionais e alinhar o quadro de dados estatísticos apresentados por cada organismo para que não haja subnotificação nos casos de violência.

O representante do poder judiciário, Eudásio Andrade, que é chefe de Secretaria do Fórum de Gravatá, destacou que “fomos chamados para participar dessa reunião para alinhar os pensamentos e ideias em prol de uma efetiva proteção às mulheres que são agredidas para ver os casos, as estatísticas, ver o que está chegando junto à secretaria da Mulher e que não está chegando no judiciário então foi muito produtivo os dois lados saberem o que estava acontecendo em cada um deles. Isso só fez estreitar os laços, porque quem vai ganhar com isso é a sociedade. Vamos tentar trabalhar mais em conjunto e conseguir unir forças para que o trabalho se torne mais efetivo”.

A secretária da Mulher de Gravatá, Ester Gomes, fala da união entre os poderes na causa do combate à violência contra a mulher. “O Conselho Municipal da Mulher solicitou essa reunião ampliada para que nós pudéssemos mostrar os dados estatísticos apresentados tanto pela Polícia Civil, quanto pela Polícia Militar, numa relação com os organismos como o MPPE, o poder judiciário, as patrulhas existentes no município e o Conselho da Mulher. Nesse propósito a gente poder discutir os mecanismos desenvolvidos ao longo do ano, bem como planejar ações mais efetivas para o ano de 2023. Ficamos muito felizes com esse chamado que fizemos e que fomos atendidas por esses representantes desses organismos para que a gente possa cada vez mais fortalecer e impulsionar a construção da política da mulher”.

Fotos: Ednaldo Lourenço (SECOM)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.