Prefeitura de Petrolina decide comprar testes para coronavírus

Após reunião com técnicos da saúde municipal, o prefeito Miguel Coelho determinou a compra de lotes de testes para identificação da Covid-19. Até então, as testagens só podem ser feitas pelo Governo do Estado, mas com a mudança de critério para avaliar os casos, restringindo apenas a situações graves, o comitê de enfrentamento ao coronavírus de Petrolina orientou a compra de kits. O material vai testar pessoas com sintomas leves, que se enquadram como suspeito pelo critério do Ministério da Saúde. A medida busca maior controle dos casos e, por consequência, segurança na saúde pública da cidade.
Os primeiros testes devem ser feitos num prazo de 20 dias. Até lá, a Prefeitura vai manter o monitoramento dos casos leves e seguir a recomendação do Governo do Estado de enviar para coleta apenas os graves. Quando os primeiros kits chegarem a Petrolina, imediatamente, a equipe de saúde municipal adotará a testagem em todos os suspeitos da Covid-19.
Miguel avalia que, além de ser uma decisão mais segura, terá um papel estratégico de controle e monitoramento da evolução da epidemia na cidade. “Nós compreendemos a decisão do estado, mas mesmo não concordando, vamos cumprir. Porém, assim que tivermos nossos primeiros kits, vamos fazer a testagem. Nosso comitê avalia que a maior amostragem de resultados é uma das formas mais efetivas de evitar a propagação do vírus. Países que ampliaram os testes, tiveram melhor controle. Então, vamos novamente adotar a prevenção como método, seja diminuindo aglomerações de pessoas, seja aumentando os testes, mesmo que sejam em pessoas com sintomas leves”, explica o prefeito.
Todos os kits de testes são aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A compra do material já foi autorizada pela Prefeitura de Petrolina, que aguarda a chegada para adotar o novo procedimento de testagem.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.