Prefeitura do Recife começa preparação para o inverno com limpeza dos canais da cidade

Foto: Daniel Tavares/PCR

Para este ano, o investimento na ação foi ampliado para R$ 8,5 milhões. O prefeito João Campos acompanhou o início dos trabalhos no Canal do Arruda e no Canal de Guarulhos

Já no início do ano, a Prefeitura do Recife dá a largada na preparação para o inverno com o trabalho de limpeza dos 99 canais que cortam a cidade. As ações têm a importante função de remover todo tipo de entulhos dos canais, facilitando o escoamento das águas e prevenindo alagamentos, principalmente no período de chuvas mais intensas que se aproxima. O serviço, que faz parte da Ação Inverno deste ano, conta com um investimento de cerca de R$ 8,5 milhões, R$ 1,5 milhão a mais do que no ano passado, e, de início, está sendo executado em nove pontos ao mesmo tempo. O prefeito do Recife João Campos verificou o início da realização do trabalho no Canal do Arruda e no Canal de Guarulhos em Jardim São Paulo, na manhã desta quinta-feira (13), e aproveitou para lembrar os munícipes da necessidade do descarte correto dos resíduos.

“A gente está aqui no Canal do Arruda começando hoje a limpeza dos canais do Recife. Serão R$ 8,5 milhões investidos nessa ação, com isso a gente está ampliando o que foi investido no ano passado, chegando nos 99 canais da cidade. Agora eu vou fazer aqui um apelo: a cidade é de todos nós, a responsabilidade de cuidar dela também é de todos nós. Se a gente colocar o lixo no local correto, a gente não precisa gastar tanto dinheiro com limpeza de canais”, afirmou João Campos. “Com R$ 8,5 milhões, a gente consegue construir três creches, mais de duas Upinhas, construir equipamentos importantes de lazer, mas a gente precisa todos os anos colocar uma quantidade grande de recursos para limpar canal. Então vamoscuidar, todo mundo, da cidade. A Prefeitura faz a parte dela, mas mais importante ainda do que isso é a gente contar com todo recifense também cuidando da cidade”, disse ele ainda.

Os serviços de limpeza são executados todos os anos pela Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb). As intervenções englobam a retirada de resíduos sólidos do leito e a capinação e limpeza das margens dos canais, evitando assim o acúmulo de dejetos que podem prejudicar o correto funcionamento do sistema de drenagem e causar transtornos diversos à sociedade como transbordamentos e proliferação de doenças.

Neste ano, a ação tem início simultâneo em nove canais, beneficiando diversos bairros da cidade. São eles: Canal Ibiporã (Coque); Canal do Arruda; Canal do Parnamirim (Lemos Torres); Canal Riacho dos Macacos (Guabiraba); Canal de Areias/Rodomaia (Jardim São Paulo); Canal do Rio Jiquiá; Canal do Ibura; Canal de Guarulhos e Canal do Jordão.

O Canal do Arruda, que integra a bacia do Vasco da Gama e corta diversos bairros da Zona Norte, tem extensão de 3.844 metros e recebe ações de limpeza que removem aproximadamente 6,5 mil toneladas de entulho, a um custo de aproximadamente R$ 550 mil. Já o Canal de Guarulhos tem 1.533 metros de extensão e receberá investimentos em torno de R$ 170 mil para retirada de cerca de 1500 toneladas de resíduos.

Para a realização dos serviços, a Emlurb utiliza equipamentos pesados, como retroescavadeiras, escavadeiras e caminhões caçamba para o transporte do material retirado. A limpeza dos canais também é feita por meio do método convencional, com dragagem e retirada de entulho, além do sistema de barragem móvel que permite o represamento e a descarga da água dos canais, facilitando o acesso ao entulho acumulado ao longo dos cursos. Cada frente de serviço tem entre dez e quinze trabalhadores.

No entanto, para que o trabalho da Prefeitura tenha resultado, é preciso que as pessoas, principalmente as residentes nas proximidades dos canais, colaborem com a limpeza urbana respeitando, por exemplo, os horários da coleta e não jogando lixo nas vias e beira de canais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.