Prefeitura do Recife declara situação de emergência e intensifica ações emergenciais e campanha de doação

Medidas buscam mitigar os impactos das últimas chuvas na cidade e garantir a segurança das pessoas, oferecendo todo o suporte necessário. População pode doar alimentos, colchões e lençóis no Parque Dona Lindu, Sítio da Trindade e edifício-sede

A Prefeitura do Recife declarou situação de emergência devido às fortes chuvas que atingem a capital pernambucana nos últimos dias. O Decreto nº 35.669/2022 foi publicado na edição extra do Diário Oficial do Município e autoriza a mobilização de servidores de todos os órgãos e secretarias municipais para atuarem, sob a coordenação da Defesa Civil, em ações que garantam a segurança das pessoas e medidas de respostas ao desastre, além de mitigar os impactos das chuvas. O prefeito João Campos intensificou a campanha Recife Solidário, com a abertura de três pontos na cidade para coleta de doações. Além disso, a conta oficial da Prefeitura no WhatsApp está dedicada para receber informações da população sobre deslizamentos de terra e divulgar sobre pontos de alagamento e abrigos provisórios na cidade.

“Venho aqui para me solidarizar com todas as famílias recifenses, sobretudo àquelas que perderam algum parente querido. A gente sabe a dor desse momento e nós não vamos parar um só minuto até garantir a segurança de todos e todas e restabelecer o funcionamento da nossa cidade”, afirmou o prefeito João Campos.

Com o decreto de situação de emergência, a Prefeitura do Recife autorizou a convocação de voluntários para ajudarem com a arrecadação de alimentos, colchões e demais donativos com o objetivo de auxiliar nas ações de assistência social. A iniciativa visa reforçar o trabalho de assistência social à população afetada. O prefeito João Campos enfatizou que o município tem três mil profissionais atuando na linha de frente nesse momento, sendo 400 desses da Defesa Civil.

Por causa do fenômeno Ondas de Leste, de acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), as chuvas chegaram a 445,69 mm nas últimas 96 horas no Recife. A previsão da APAC é que continue com chuvas intensas neste domingo (29). “Os avisos meteorológicos ainda indicam que pode haver chuvas de hoje para amanhã de intensidade moderada a forte. Quem está em local de risco deve procurar um abrigamento, que pode ser a casa de um parente ou amigo ou um de nossos abrigos. Nós já estamos com 30 abrigos que estão sendo utilizados em nossas escolas. Em todos eles nós vamos garantir alimentação, colchão, itens de higiene, lençol para poder garantir a saúde de todos e todas”, garantiu o prefeito João Campos.

CAMPANHA RECIFE SOLIDÁRIO – Mobilizando uma rede de solidariedade para ajudar quem foi afetado pelas fortes chuvas, a Prefeitura do Recife intensificou a campanha Recife Solidário. A gestão municipal montou três pontos de arrecadação na cidade para receber colchões, alimentos prontos, cestas básicas e cobertores para destinar às pessoas em situação de vulnerabilidade, desabrigadas ou desalojadas.

As doações podem ser feitas no edifício-sede da Prefeitura, no Cais do Apolo; no Sítio da Trindade, em Casa Amarela; e no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Empresas da iniciativa privada e entidades, como associações, ONGs e igrejas, que desejarem fazer grandes doações deverão entrar em contato com a Central de Arrecadação, por meio dos números (81) 98791-2705 e 3355-9412 ou enviar e-mail doacaorecifesolidario@gmail.com.

INFORMAÇÕES NO WHATSAPP – Visando agilizar o resgate às pessoas, a conta oficial da Prefeitura do Recife no aplicativo WhatsApp está dedicada para receber informações da população sobre deslizamentos de barreiras e encostas, além de divulgar informações sobre pontos de alagamento e abrigos provisórios abertos em toda a cidade. Desde a tarde deste sábado (28), os usuários que interagem com o chatbot SUSi, através do número (81) 99117-1407, vão poder relatar os locais no município onde ocorreram os incidentes. A medida busca priorizar os atendimentos mais graves para a Defesa Civil, com o objetivo de preservar as vidas das pessoas, em especial dos que moram em áreas de risco. Diante da necessidade, o usuário poderá escolher quatro opções.

A primeira e a segunda opções referem-se a informações de situações de deslizamento de terra, como barreira e encostas, com possíveis vítimas humanas ou não, respectivamente. Nesse caso, o morador informa o CEP do endereço da ocorrência e escolhe a opção da situação. Todos os dados serão encaminhados diretamente para a base de informações da Defesa Civil do Recife, de modo que as equipes possam prestar o atendimento o mais breve possível.

Na terceira opção, o chatbot vai informar os pontos de alagamento na cidade, em tempo real. As informações são alimentadas por equipes da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), buscando orientar a população para evitar os locais que ainda tenham acúmulos de água.

Já na quarta opção, os moradores poderão conferir os 26 abrigos temporários montados especialmente para atender as vítimas das chuvas. Nesse caso, vai ser informado um link com um mapa para que as famílias possam identificar os locais mais próximos e possam buscar refúgio. Para acolher as pessoas desabrigadas, a Prefeitura do Recife mobilizou a abertura de 21 unidades de ensino da rede municipal de Educação do Recife, além de cinco escolas da rede estadual de ensino.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.