Prefeitura do Recife e Consulado Chinês discutem parcerias e ações em conjunto

Capital da diplomacia consular do Norte-Nordeste, com um hub de 9 Consulados Gerais e 34 honorários, o Recife lidera a conexão internacional com alguns dos países mais tecnologicamente desenvolvidos do mundo

Na tarde desta quarta-feira (27) o prefeito João Campos participou, de forma remota, de uma reunião com a cônsul geral da China, Yan Yuqing, cujo objetivo foi avaliar parcerias entre a gestão municipal e a potência asiática. A reunião contou ainda com a presença da vice-prefeita Isabella de Roldão e do secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Recife, Rafael Dubeux. Capital da diplomacia consular do Norte-Nordeste, com um hub de 9 consulados gerais e 34 honorários, o Recife lidera as conexões internacionais com parceiros comerciais em potencial de algumas das regiões economicamente mais ativas ao redor do globo.

“Sabemos que as parcerias que temos são muito sólidas e verdadeiras entre o Recife e a China. É incrível o potencial que a gente enxerga na China e nas parcerias a serem construídas em nossa cidade, seja na área na saúde, na cultura e na construção de uma agenda específica no setor da tecnologia, estreitando ainda mais uma parceria com o Porto Digital”, disse o prefeito. A capital pernambucana foi a terceira do país a possuir um consulado chinês. Fora Recife, apenas o Rio de Janeiro e São Paulo apresentam um Consulado Geral da China. Além disso, a capital pernambucana é cidade-irmã de Guangzhou, cujo acordo de intercâmbio e cooperação foi renovado em 2017.

Durante o encontro, foram tratadas troca de experiências e formas de atuação em conjunto para a implantação de projetos similares ao Parque Capibaribe no rio Pérolas em Guangzhou, entre outras iniciativas. Também vieram à tona o interesse em fechar parcerias entre empresas chinesas no ramo da tecnologia e o Porto Digital, além da implantação da Internet 5G, bem como a ampliação da adoção de energia verde na cidade com redução da emissão de carbono e adoção de energia fotovoltaica.

“Discutimos inúmeros assuntos e temas que são de extrema importância e interesse para a nossa cidade como investimentos em infraestrutura urbana e uma aproximação com a Câmara Brasil-China, que reúne empresas chinesas que atuam no Brasil para que algumas possam atuar em nossa cidade. Além disso, discutimos sobre tecnologia e economia verde, duas pautas muito importantes, incluindo o Porto Digital, que é nosso polo de tecnologia, para que se aproxime do polo tecnológico da China”, enfatizou Rafael Dubeux, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação.
A vice-prefeita, Isabella de Roldão, será a responsável pela coordenação de Relações Internacionais por parte da Prefeitura. “É uma honra e uma satisfação muito grandes coordenar os trabalhos da Prefeitura do Recife de intercâmbio com a China e, especialmente, com a nossa cidade-irmã de Guangzhou. Essa troca de experiências e a aproximação com o principal parceiro comercial do Brasil deve gerar parcerias importantes para o Recife em áreas diversas, como educação, saúde, infraestrutura e tecnologia, entre outros. Vamos fortalecer esses laços, trazendo benefícios para a nossa cidade”, disse a vice-prefeita.

FOTO: Rodolfo Loepert / PCR

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.