Prefeitura do Recife entrega ambulatório voltado para assistência integral à saúde da mulher

Através do Recife Cuida, Policlínica Barros Lima também recebeu equipamento para realização de Cirurgia de Alta Frequência e ampliação dos serviços

 

A partir desta terça-feira (13), as mulheres e pessoas com útero, moradoras do Recife, passaram a contar com o Ambulatório Integral de Saúde da Mulher da Policlínica Barros Lima, em Casa Amarela, que recebeu requalificação em sua estrutura. As obras do espaço integram o Recife Cuida, que está reestruturando o sistema de saúde da capital e adequando os equipamentos às necessidades das comunidades recifenses. O prefeito João Campos realizou a entrega do ambulatório, que contou ainda com o apoio de outras entidades do Brasil e América do Sul.

 

“Com a vacina contra o HPV, com um método de diagnóstico diferente e com um novo equipamento – que agora temos aqui e trata a lesão no colo de útero antes que se torne um câncer – nós teremos a oportunidade de erradicar o câncer de colo de útero em nossa cidade, já que trata-de de uma doença curável”, comemorou o prefeito João Campos. “Precisamos ter um Brasil que fomente a pesquisa, que fomente a ciência, que valorize a academia e é isso o que estamos fazendo aqui hoje. Temos aqui várias instituições junto à Prefeitura do Recife, como o Governo do Estado, a Opas, universidades, FioCruz, Laboratório do Paraná e várias outras instituições que fazem pesquisa para construir um novo modelo”, acrescentou.

 

Após obras no espaço físico e reformulação do modelo assistencial, foi possível, também, ampliar a oferta de serviços do ambulatório, que passa contar com Cirurgia de Alta Frequência (CAF) e preventivo ginecológico (colposcopia). Além disso, o espaço oferece consultas de pré-natal de risco habitual e alto risco, atendimentos de nutrição, psicologia, planejamento sexual e reprodutivo. O local conta ainda com sala de vacina, teste do pezinho, exame citológico e ultrassonografia. 

 

O acesso aos serviços no ambulatório se dá através de encaminhamento via Sistema de Regulação, ressalta a secretária de Saúde do Recife, Luciana Albuquerque. “Esse é mais um passo que a Secretaria de Saúde do Recife dá em direção à reorganização da linha de cuidado da saúde da mulher. A reestruturação assistencial do Ambulatório tem como objetivo promover o desenvolvimento de um ambiente acolhedor às mulheres, pessoas com útero e suas famílias, com respeito à autonomia e privacidade delas, além da garantia de integralidade do cuidado”, explicou.

 

Também nesta terça-feira, a cidade passou a contar com mais um equipamento que realiza a retirada de lesões ginecológicas pré-cancerosas. O aparelho de Cirurgia de Alta Frequência (CAF), instalado na Policlínica e Maternidade Barros Lima foi doado ao município através do Programa Útero é Vida, do qual a Prefeitura do Recife faz parte, e que está sendo desenvolvido pela Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) em parceria com a Organização Panamericana de Saúde (OPAS).

 

Este é o segundo equipamento de CAF que o município recebe da SES e OPAS. O primeiro começou a funcionar em maio, no Hospital da Mulher do Recife (HMR) Dra. Mercês Pontes Cunha, no Curado. O aparelho é considerado atualmente o melhor tratamento para as lesões pré-malignas do colo uterino, recomendado em todo o mundo. O procedimento é rápido, dura cerca de 30 minutos, e não requer internação – a paciente é liberada logo após a retirada do material.

 

A representante da OPAS no Brasil, Socorro Gross, esteve presente na solenidade e também comemorou o momeno. “Nós temos a possibilidade, sim, e Pernambuco vai falar isso para o mundo, que é possível que uma mulher não morra de câncer de colo de útero no século XXI, um câncer que é curável, um câncer que é detectável, e um câncer que pode ser prevenido com a vacina de HPV. Nós temos todas as ferramentas. E nós poderemos ter um novo teste, com a possibilidade de diagnosticar o HPV precocemente, um teste mais barato e que vai utilizar tecnologia de PCR. Sabemos que as plataformas de PCR se estenderam aqui em Pernambuco e temos mais possibilidades”, destacou.

 

O secretário de saúde de Pernambuco, André Longo, também falou sobre a importância do aparelho de CAF para a prevenção do câncer de colo de útero. “Esse é o segundo aparelho de CAF que o termo de cooperação da Secretaria Estadual de Saúde entrega aqui no Recife. O primeiro foi entregue no Hospital da Mulher. O segundo aparelho está sendo entregue para qualificar o ambulatório de ginecologia da Barros Lima e ele vai permitir a realização de cirurgias de Alta Frequência, com detecção precoce das lesões pré-cancerígenas do câncer de colo de útero. O Recife tem sido um parceiro fundamental”, contou.

 

Tanto o HMR quanto a Barros Lima têm capacidade para realizar seis intervenções deste tipo, por semana. Para ter acesso ao procedimento, que é realizado ambulatorialmente, as mulheres devem realizar, primeiramente, o preventivo ginecológico em sua unidade de referência. Aquelas que apresentarem alteração no exame e receberem indicação do médico ou enfermeiro para realização da Cirurgia de Alta Frequência, serão encaminhadas via Sistema de Regulação. A comerciante Daiana Costa, 35 anos, está grávida de 8 meses. Nesta terça-feira, ela foi atendida no novo ambulatório da Maternidade Barros Lima. “Gostei muito da estrutura daqui, é confortável.  O atendimento também é excelente”, afirmou.

 

PROGRAMA ÚTERO É VIDA – Uma maneira mais simples e eficaz para detectar o câncer de colo de útero e reduzir a mortalidade por este tipo de doença. É com este propósito que a Prefeitura do Recife iniciou, em setembro, a implementação do Programa Útero é Vida, que está sendo desenvolvido pela Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) em parceria com a Organização Panamericana de Saúde (OPAS). 

 

A melhor forma de prevenção do câncer de colo de útero é através da identificação precoce do vírus HPV e, atualmente, isso é feito por meio do exame mais comum, o papanicolau – que coleta uma amostra do órgão. Com o uso do Kit Nacional de Biologia Molecular, a forma de realização será mais simples: utilizando um swab (semelhante ao usado nos testes da covid-19) que é introduzido na vagina para colher secreção sem necessidade de o instrumento tocar o colo do útero.

 

RECIFE CUIDA – A Prefeitura do Recife está investindo R$ 400 milhões para promover uma grande reestruturação na Rede Municipal de Saúde que vai impactar diretamente no atendimento prestado aos recifenses. O valor é destinado à contratação de mais profissionais, implantação do novo modelo de gestão, melhoria na infraestrutura das unidades e implantação da saúde digital. As mudanças já começaram este ano e devem ser finalizadas até 2024.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.