Prefeitura do Recife vai preparar estudantes da Rede Municipal de Ensino para vestibulares técnicos

Prefeito João Campos fez o lançamento da edição deste ano do Programa Ondatec, na manhã desta quinta-feira (19). Programa já multiplicou taxa de aprovação da rede de ensino do Recife em instituições técnicas estaduais e federais

A quadra poliesportiva da Escola Municipal em Tempo Integral Reitor João Alfredo, localizada no bairro da Ilha do Leite, sediou, nesta quinta-feira (19), o evento de lançamento do Programa Ondatec 2021. Promovido pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Educação, o programa prepara estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino do Recife para a participação em processos seletivos de Escolas Técnicas Estaduais (ETEs) e Instituições Federais. As atividades preparatórias do Ondatec contemplam também os estudantes dos programas de correção de fluxo, como o Travessia e a Educação de Jovens e Adultos (EJA). O prefeito do Recife João Campos fez o lançamento e conversou com a comunidade escolar.

“O Ondatec é um programa do município que estimula os alunos a fazerem a formação técnica. Então a gente pega os alunos do 9º ano e conseguem dar aulas a mais no contra-turno para garantir que eles terão uma formação sólida para passar nas escolas técnicas no nosso município que pertençam ao governo estadual, federal, ou alguma escola técnica privada também. Com isso a gente consegue mais de 1900 alunos cadastrados e prontos para fazer parte do Ondatec. Desde que o Ondatec foi lançado, a gente conseguiu aumentar em mais de dez vezes o número de alunos que são aprovados por ano da rede municipal na formação técnica”, esclareceu João Campos.

O prefeito do Recife também relembrou a sua atuação, quando deputado federal, em prol do ensino técnico no Brasil. “E esse é um tema que nos interessa muito. Enquanto deputado, eu fui autor de um projeto de lei que prevê uma reformulação no ensino técnico brasileiro. No Brasil, apenas 8% dos alunos fazem ensino médio e técnico de maneira simultânea. Quando a gente olha a Alemanha, a Áustria, a Suíça, esse número passa de 60%. O Brasil precisa estimular a formação no ensino técnico, isso é importantíssimo para o nosso país, para a formação das pessoas, para a gente ter uma sociedade justa. Então eu defendo o ensino técnico, trabalho para fortalecê-lo e fico muito feliz, enquanto prefeito do Recife, de lançar o Ondatec e garantir que os jovens, da nossa rede municipal, tenham uma formação sólida para acessar o ensino técnico”, disse ele.

O Ondatec está disponível para todos os estudantes do 9º ano e dos programas de correção de fluxo, Travessia e Educação de Jovens e adultos, matriculados nas escolas da Rede Municipal do Recife. Até o momento, o programa já contabiliza cerca de 1600 estudantes inscritos para este ano de 2021 e os interessados podem procurar as equipes de gestão nas próprias unidades de ensino. As atividades do Ondatec começam neste sábado (21) e seguem até o dia 27 de novembro. Devido à pandemia da Covid-19, as atividades do Ondatec, programa que conta com a parceria da Secretaria de Educação do Estado, serão realizadas de forma remota às segundas e terças-feiras, das 18h30 às 19h30, e aos sábados pela UniRec, das 8h às 12h. Os aulões do Ondatec contemplam os componentes curriculares Língua Portuguesa e Matemática.

Para o secretário de Educação do Recife, Fred Amancio, o Ondatec 2021 é um passo importante na educação do Recife e vai fortalecer os trabalhos com o formato híbrido: “é uma alegria para a gente poder estar retomando as atividades nesse período de pandemia. Um programa que tem um papel muito especial para as escolas mas muito também para os estudantes do 9º ano. A gente tem esse objetivo de apoiar os estudantes, especialmente aqueles que estão terminando o 9º ano e se preparando para ingressar no ensino médio e para os vestibulares de escolas técnicas. Do ponto de vista pedagógico, nesse contexto de pandemia, após o afastamento das escolas, é também um reforço escolar”.

De acordo com a aluna do 9º ano da Escola Municipal em Tempo Integral Reitor João Alfredo, Larissa Fonseca, 15 anos, ela quer participar do Ondatec já há três e finalmente o momento chegou. “Eu estou muito ansiosa para participar do programa. Eu sei sobre ele desde o 6º ano, e eu sempre tive a curiosidade de saber como era. Mas como no 6º ano não pode participar, eu esperei até 9º, e agora eu e meu irmão já nos inscrevemos. Fiquei sabendo que vai ter cursos de português e matemática, eu não sou boa em matemática, então posso aprender mais. Eu gosto muito de literatura e português. A gente tem que aproveitar as oportunidades como essa que a Prefeitura do Recife está nos oferecendo”, contou ela.

Já Daniele da Silva, 15 anos, também aluna do 9º ano da unidade escolar, disse que o Ondatec vai ajudá-la a pensar mais no futuro. “Eu acho que vai ser incrível participar do Ondatec, quero ir logo no primeiro dia porque eu acho tão bonito a pessoa a seguir o que ela quer fazer, os cursos bons e pensar no futuro”, disse.

Durante o evento de lançamento do Ondatec 2021, dois ex-alunos da escola deram depoimentos sobre as suas experiências com o programa. Uma delas foi Mayara Aguiar que hoje cursa mecatrônica no Etepam: “a minha experiência com o Ondatec foi incrível. Tivemos aulões, simulados e a escola apoiando a gente. Os professores de português e matemática são muito bons também. Hoje eu estudo do Etepam, é muito boa a alegria de passar. Foquem que vocês vão conseguir”. O outro foi Apolo Gomes: “agradeço por toda ajuda que eu tive. Por causa do Ondatec eu consegui passar em edificações no IFPE. O Ondatec pode ajudar muito o futuro de vocês”, afirmou ele.

Foto: Rodolfo Loepert/PCR

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.