Prefeitura investe R$ 40 milhões em obras de contenção de encostas nos morros do Recife

Foto: Marcos Pastich/PCR

Plano de Encostas inclui a execução de 24 intervenções em áreas de risco situadas em diversos bairros da cidade. Prefeito João Campos fez lançamento do programa em Dois Unidos, uma das localidades beneficiadas, na manhã desta quarta-feira (6)

A Prefeitura do Recife anunciou, nesta quarta-feira (6), investimentos de R$ 40 milhões em obras de contenção de encostas nas áreas de morros da cidade. As verbas são oriundas de financiamento e garantem a realização de 24 intervenções, garantindo mais segurança e qualidade de vida para cerca de 500 famílias diretamente beneficiadas com estabilização de encostas, construção de muros de arrimo e serviços de drenagem. O Programa de Encostas foi lançado pelo prefeito João Campos na Rua Córrego São José, bairro de Dois Unidos, uma das áreas onde já começaram a ser construídos oito muros de arrimo.

“A gente hoje autoriza o início de obras coletivas de proteção de encostas, podemos ver aqui atrás várias barreiras com lonas e onde há lonas aqui serão construídas obras definitivas como muro de arrimo e tela argamassada. São R$ 40 milhões sendo investidos pela Prefeitura, a gente já começou com  R$ 20 milhões e ao longo do ano vamos colocar mais R$ 20 milhões. O prazo de execução é até fevereiro do próximo ano. E o mais importante é que a Prefeitura já dispõe desse recurso, foi fruto de uma operação de crédito que será bancada 100% pelo município do Recife, R$ 40 milhões”, afirmou João Campos na ocasião.

A iniciativa, executada pela Autarquia de Urbanização do Recife (URB) contempla localidades como Beberibe, Alto José Bonifácio, Nova Descoberta, Jordão Baixo, Vasco da Gama e Brejo da Guabiraba, entre outras áreas. No momento, 12 obras do programa estão em andamento, totalizando um investimento na ordem de R$ 20 milhões. Os outros R$ 20 milhões serão investidos em 12 obras a serem iniciadas este ano.

Antes do momento do anúncio, o prefeito João Campos realizou uma vistoria na obra que está sendo realizada na Rua Córrego São José desde o dia 14 de março. A intervenção inclui 150 metros de drenagem, construção de oito muros de arrimo, totalizando 280 metros, instalação de 3.200 m2 de tela argamassada, 280 metros de mureta de proteção, 640 m2 de passeios públicos e escada de acesso. Os serviços contam com a colaboração de 20 trabalhadores e um aporte financeiro na ordem de R$ 4,1 milhões. Cerca de 60 famílias serão diretamente beneficiadas pelos trabalhos que serão concluídos no mês de novembro.

A aposentada Maria José Soares, 68 anos, é moradora da Rua Córrego São José há dois anos, com a filha, e disse que as obras vão trazer mais segurança para ela, a família e vizinhos. “Vai ser ótimo quando ficar tudo pronto para o povo. Essas chuvas trazem muitas tragédias, deslizamentos. Vamos nos sentir mais seguros, vai melhorar a situação”, comentou ela.

Já o Inspetor de qualidade Joselito da Silva, 54 anos, mora na Rua Córrego São José há 40 anos com a sua esposa e o seu pai. Para ele, as obras são a realização de um sonho antigo: “eu achava que só seria feito um lado aqui, mas vão ser feitos os dois. A sensação é de alívio para mim e para os moradores daqui que há muitos anos lutam por isso. No inverno, vamos deitar a cabeça no travesseiro com mais tranquilidade”.

Além dos investimentos do Programa de Encostas, seguem em andamento outras nove obras do mesmo tipo que estão sendo realizadas com verbas do OGU, somando um investimento de R$ 6 milhões. O pacote de obras reforça a Ação Inverno 2022, um conjunto de intervenções destinadas a minimizar os impactos das chuvas na cidade, que inclui as obras de contenção de encostas, micro e macrodrenagem, prevenção e monitoramento em áreas de risco e eliminação de pontos críticos de alagamento, entre outras atividades.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.