Prefeitura lança Investe Recife para atrair investimentos privados e apoiar atividade local, gerando emprego e renda

O primeiro acordo já foi assinado pelo prefeito João Campos e representantes da Association of Information Technology and Telecommunications – “ITL”, associação de tecnologia da informação e inovação da Estônia. Parceria foi discutida durante a COP-26, em Glasgow, na Escócia

Buscando impulsionar a geração de emprego e renda atraindo novos investimentos para a cidade, a Prefeitura do Recife lança, nesta segunda-feira (22), o Investe Recife. Trata-se de uma equipe que vai executar políticas públicas de promoção da imagem da cidade como polo econômico e atração de empresas no Brasil e no exterior, além de apoiar e estimular a expansão dos negócios já existentes no município. A criação dessa estrutura integra o Programa Recife Virado. Inaugurando as ações da Investe Recife, o prefeito João Campos assinou um memorando de intenções com a Association of Information Technology and Telecommunications – “ITL”, associação de empresas de tecnologia da informação e inovação da Estônia, hoje considerada um polo global no setor.

“É um grande prazer assinar o primeiro acordo do Investe Recife com a Estônia que é uma referência em transformação digital no mundo. Um país que tem o maior nível de serviço digital de todo o mundo, e a gente firma essa parceria porque o Recife será a cidade brasileira com maior índice de transformação digital, com qualidade do serviço público. Aqui temos companheiros que vieram da Estônia para firmar esse acordo com Recife e daqui a gente poder replicar esse modelo”, disse o gestor municipal.

“Agora a nossa tarefa é fazer desse memorando de intenções um instrumento efetivo. Que a gente possa ganhar velocidade na transformação digital do Recife, utilizando as experiências da Estônia nessa implementação. Na apresentação que vimos em Glasgow, foi colocado que houve acertos e erros e o que queremos é seguir os acertos”, comentou ele ainda.

O objetivo do memorando assinado é que as duas partes estabeleçam um relacionamento de colaboração entre si para o intercâmbio das melhores práticas no campo do desenvolvimento digital. A colaboração se concentrará na promoção de transferência de conhecimento e tecnologia e na implementação de programas inovadores em áreas de interesses comuns.

“Esse é um momento histórico para a Estônia também, é simbólico que esse acordo tenha começado em Glasgow, na COP-26. Tenho certeza que com esse acordo muitas empresas da Estônia vão vir para cá, fazer acordos, e a Estônia e a União Europeia estarão abertas para cooperações com o Brasil também”, comentou Margus Tsahkna da ITL.

 

INVESTE RECIFE – O Investe Recife será o elo entre potenciais investidores e o poder público municipal, sendo responsável pelo fornecimento de informações, articulações para qualificação de mão-de-obra e ações para a desburocratização de processos administrativos, visando facilitar a vida de quem desejar empreender na capital pernambucana ou ampliar suas atividades.

Entre as suas atribuições, a Investe Recife vai ser responsável por prospectar empreendimentos e investidores, no Brasil e no exterior, que desejam iniciar um negócio ou expandir as atividades na capital pernambucana, disponibilizando informações técnicas, estratégicas e estudos que contribuam na atração de novos empreendimentos no Recife. A equipe também poderá auxiliar nas parcerias para formação de mão-de-obra, integração com institutos de pesquisa, localização dos empreendimentos e identificação de políticas fiscais existentes. A estrutura também vai promover a imagem do município como destino de negócios, posicionando a cidade nos principais rankings relacionados à facilidade de fazer negócios, além de acompanhar o desenvolvimento da atividade empresarial após a instalação da empresa no município, dentre outras ações.

Em outra frente de atuação, a Investe Recife também vai realizar a articulação com os atores envolvidos nos processos e administrativos e licenciamentos municipais, funcionando como porta de entrada para este investidor, dando todas as instruções e suportes necessários para sua instalação no município, fornecendo as informações necessárias para se adequar à legislação local. Para tanto, além de interagir com Secretarias e empresas municipais, a equipe será uma importante interlocutora com instituições públicas estaduais e federais. Em paralelo, estão sendo trabalhadas ações que visam a desburocratização dos processos, por meio da transformação digital, da melhoria da gestão, da revisão das legislações e da elaboração de cartilha com orientações para o investidor. Tais medidas resultarão em ganho de tempo, facilitando a tomada de decisões por parte dos empreendedores, diminuindo os prazos para emissão de cada licença e outras melhorias.

Para isso, a Investe Recife vai dispor de uma equipe técnica formada por profissionais especializados em promoção e prospecção em investimentos, economia, jurídico, licenciamento e comunicação, entre outros ramos.

A Investe Recife foi um dos compromissos do prefeito João Campos e que se torna uma realidade nesse momento. A iniciativa integra o Programa Recife Virado, um robusto plano para a virada da economia municipal, contemplando dois eixos: o primeiro, que busca ampliar a capacidade de investimentos públicos, por meio de um pacote de obras a ser executado pelo município; e o segundo, que visa estimular e facilitar a atração de investimentos privados, por meio da melhoria do ambiente de negócios e uma ampla carteira de Parcerias Público-Privadas (PPPs). Essas ações ocorrem em meio a um amplo processo de inovação tecnológica, com ações sustentáveis, que promovem a transição para uma economia de baixo carbono.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.