Raquel: “Vamos trabalhar a partir do primeiro dia para superar a pobreza do nosso estado”

By 24/10/2022 - 12:34Pernambuco

Candidata participou da sabatina UOL/Folha de São Paulo, onde apresentou propostas e esclareceu dúvidas para os eleitores

 

“Vamos trabalhar a partir do primeiro dia para superar a pobreza do nosso estado. Um trabalho que tem começo, meio e não tem fim, porque precisa ser permanente”, declarou a candidata a governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), durante sabatina do UOL/Folha de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (24).

Raquel falou sobre os programas em seu Plano de Governo que combatem a desigualdade social em Pernambuco. “A gente tem uma questão que é emergencial, que é colocar comida no prato das pessoas. Colocamos o programa ‘Mães de Pernambuco’ para dar auxílio de R$ 300 a mães que têm crianças de zero a 6 anos em situação de pobreza. Em cada quatro crianças, uma passa fome no nosso estado. A gente vai criar o ‘Bom Prato’, restaurante popular com alimentação a R$ 2 subsidiada pelo governo, onde está o mapa da fome de Pernambuco, com unidades fixas e unidades móveis”, explicou a postulante.

A candidata abordou ainda a criação do TrilhaTec, com qualificação profissional para jovens no ensino médio, e a criação de 60 mil vagas de creche, ainda como política de combate à desigualdade. “A gente vai trabalhar aquilo que é sustentável, garantir construção de vagas de creche, fazer o estado voltar a crescer sem deixar ninguém para trás. E, assim, a gente vai conseguir mudar o jogo em Pernambuco. Não é um trabalho fácil para fazer, você carece de liderança e de capacidade de montar time, de juntar todos para fazer de Pernambuco um estado que supere a página da desigualdade, da pobreza. Mas eu tô pronta”, destacou Raquel.

Questionada sobre questões políticas, Raquel lembrou que a eleição é sobre comparações e que a candidatura adversária “tem uma indústria de fake news”. Além disso, a ex-prefeita de Caruaru afirmou que quer construir pontes. “A minha decisão é de unir Pernambuco. A gente não vai aqui separar lulista de bolsonarista. Quando eles enxergam isso, eu digo que nós enxergamos pernambucanos. O presidente escolhido pelos brasileiros vai me receber, porque estarei lutando e brigando por Pernambuco, sabendo fazer. Construir time, construir projeto, ouvir os sonhos da população e, com ela, conseguir tirar o sonho do papel e virar realidade na vida do nosso povo”, frisou Raquel.

Foto: Janaína Pepeu

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.