Romero Sales Filho faz pedido para liberação de comércio nas faixas de areia

O deputado estadual Romero Sales Filho (PTB) manifestou, nesta quinta-feira (01), durante o pequeno expediente da Reunião Plenária, seu posicionamento quanto a não liberação das atividades de comércio nas faixas de areia.

O decreto estadual Nº 50.485, de 30 de março de 2021, que entrou em vigor hoje, normatiza a abertura de estabelecimentos comerciais localizados na Região Metropolitana do Recife, mas os barraqueiros e comerciantes de praia não foram contemplados no retorno das atividades econômicas.

“Se a população já pode voltar a consumir em espaços físicos fechados, por que proibir a comercialização nas praias onde é muito mais difícil a contaminação pelo coronavírus? Essa proibição significa que quase 80 mil trabalhadores estão impedidos de comercializar. São pais e mães de família passando dificuldade”, questionou o parlamentar.

Sales Filho questiona os critérios usados para a construção do plano de convivência que beneficia apenas grandes grupos empresariais e prejudica os trabalhadores informais.

Além do pronunciamento, o deputado formalizou Indicação e Pedido de Informação à Mesa da Assembleia, onde apontou que cerca de 80 mil trabalhadores serão impactados com essa medida e reforça que “a maioria dos grupos que tiveram suas atividades flexibilizadas têm suas atividades desenvolvidas em ambientes fechados e climatizados, onde o risco de contaminação e propagação do novo coronavírus é muito maior”.

No Pedido de Informação questiona a justificativa técnica, científica e de saúde pública, que embasou tal decisão e o que justifica liberar o acesso às academias de shoppings, cursos livres, centros comerciais, praias e não liberar a comercialização de produtos nesses locais.

Ano passado o parlamentar também se posicionou a favor da retomada.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.