Santa Cruz do Capibaribe: Prefeito desgastado e oposição batendo cabeça

Candidatos - Santa Cruz do Capibaribe

Santa Cruz do Capibaribe – A gestão do prefeito Edson Vieira (PSDB) está mal avaliada e ele terá que se desdobrar muito para fazer seu sucessor. O escolhido do prefeito para a disputa em outubro foi seu atual vice, o também tucano Dida de Nan, que terá o difícil trabalho de vencer as eleições segurando todo o desgaste da atual administração. Este é o dilema do grupo de situação denominado Boca Preta.

Em contrapartida no Grupo denominado Taboquinha o presidente municipal do Progressistas, Fernando Aragão, já colocou a sua pré-candidatura a prefeito na rua, indo de encontro ao Deputado Diogo Moraes, que declarou nesta segunda-feira (03) em programa de rádio local, que o candidato a prefeito do grupo tem que ser do PSB. Especula-se que o Vereador Helinho Aragão irá para o PSB para cumprir tal tarefa. Mas fica a pergunta: Será que o PSB vai apostar suas fichas em Helinho, que é cria de Armando Monteiro e venceu suas duas eleições para vereador pelo PTB? Será que Paulo Câmara vai deixar de apoiar Fernando, que mesmo estando no PP, foi quem suou a camisa apoiando-o e lutando para que a derrota do governador na Capital das Confecções fosse menos acachapante?

Quem corre por fora é o empresário Allan Carneiro (PSD). Ele foi bem avaliado em pesquisas divulgadas no final de 2019 e tem demonstrado força e pode ser o mais beneficiado com o possível racha do Grupo Taboquinha.

Além destas foi também lançada a pré-candidatura do comissário de polícia, Denísio Duarte (PRTB).

Pode-se juntar a lista de pré-candidatos o empresário Robson Ferreira, que em Santa Cruz do Capibaribe faz parte do Grupo Renova Santa Cruz, apoiador de Bolsonaro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.