São Lourenço da Mata: Bruno Pereira tira onda com a Justiça

Os servidores da Educação de São Lourenço da Mata enfrentam sérios problemas em seus pagamentos. O prefeito Bruno Pereira havia publicado um decreto que suspendia as gratificações dos professores, entre elas, a gratificação de difícil acesso, que depende da localidade onde está inserida a escola que o servidor presta suas obrigações.

Desta forma, o Sindicato Único dos Profissionais do Magistério Público das Redes Municipais de Ensino no Estado de Pernambuco (SINDUPROM/PE) recorreu a justiça com um pedido de anulação do decreto, obtendo resultado positivo, quando a Juíza Marinês Marques Viana da Primeira Vara Civil da Comarca de São Lourenço da Mata, decidiu a favor do sindicato para que o decreto fosse anulado e as gratificações de difícil acesso voltassem a ser pagas de acordo com o estatuto do magistério.

Nesta semana, foi pago o salário dos professores, porém sem a gratificação. Ou seja, o prefeito Bruno Pereira está descumprindo ordem judicial.

Existem casos de professores que tiveram 60% do salário comprometido.

Resta saber, até quando Bruno Pereira irá descumprir decisão judicial?

Bruno Pereira está tirando onda com a Justiça?

 

Segue abaixo link da decisão judicial:

Decisão MS Coletivo SLM