São Lourenço da Mata: com alta taxa de rejeição, pai do prefeito entrega os pontos e fecha principal ativo eleitoral de Bruno Pereira

 

Em São Lourenço da Mata, Região Metropolitana do Recife (RMR), ex-prefeito Jairo Pereira decide encerrar atendimentos na Fundação Josué Pereira (Fundajope) durante período eleitoral. De acordo com fontes ligadas ao clã dos Pereiras, a medida foi tomada devido à crise eleitoral que afeta a pré-candidatura à reeleição do prefeito Bruno Pereira (MDB), que tem uma elevada taxa de rejeição no município.

Em vídeo que circula nas redes sociais, o ex-mandatário, que é pai do atual prefeito da cidade e pré-candidato a reeleição, Bruno Pereira, aparece informado os pacientes sobre o cancelamento dos serviços durante a campanha eleitoral. Historicamente, eleitores da cidade alegam um suposto o uso indevido da Fundajope para fins eleitorais em ano de pleitos municipais. Desta feita, comentários na cidade afirmam que a rejeição ao prefeito Bruno Pereira, e a crise que afeta sua campanha, foram os principais responsáveis pelo cancelamento das atividades. Bruno vem encontrando dificuldades para conseguir apoio político, e boa parte da população são-lourencense rejeita sua candidatura.

Durante os quatro anos de mandato, o prefeito Bruno Pereira, filho de Jairo e candidato à reeleição no município, protagonizou diversos embates com a Justiça, sendo até afastado do cargo e tendo os bens bloqueados. Nas eleições deste ano, Bruno disputa a preferência do eleitorado com Vinícius Labanca (PSB), pré-candidato a prefeito da cidade, filho do ex-prefeito Ettore Labanca e ex-deputado estadual.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.