São Lourenço da Mata virou mangue com “prefeito caranguejo”

O atual prefeito de São Lourenço da Mata, Bruno Oliveira, filho do ex-prefeito da cidade e ficha suja, Jairo Pereira de Oliveira, perdeu nas urnas e deixa a prefeitura com o apelido de “prefeito caranguejo”, em virtude de seu trabalho não ter, factualmente, elevado a cidade a qualquer patamar considerável. A história do prefeito de São Lourenço da Mata inicia desde os escândalos promovidos por seu pai.

Jairo Pereira se tornou inelegível durante três anos, desde sua tentativa de candidatura em Camaragibe, cidade vizinha de São Lourenço da Mata, por abusar de seu poder, como médico, para oferecer atendimento gratuito em troca de votos, à época, ainda respondia a oito processos criminais e de improbidade, de acordo com o Blog do Jamildo em 2008.

No mesmo ano, seu filho, Bruno Oliveira, teve a candidatura como vereador, pelo PSDB, cancelada em Camaragibe, tendo declarado seus bens em R$ 50,00 (https://eleicoes.poder360.com.br/candidato/204906#2008). Na eleição municipal seguinte, em 2012, Jairo Pereira, enquanto suplente na Assembleia Legislativa de Pernambuco pelo PSDB, se candidatou como prefeito de São Lourenço da Mata, tendo como vice o seu próprio filho. Contudo, perderam  nas urnas para Ettore Labanca.

Ao disputar as eleições de 2016, Bruno Oliveira conquistou seu primeiro mandato como prefeito em São Lourenço da Mata, sendo afastado do cargo alguns meses depois de sua posse, passando quatro meses afastado, investigado pelo desvio de 20 milhões, juntamente com outros réus na Operação Tupinambá, que investigou contratos fraudulentos e uma empresa fantasma denominada Esfera Construções Ltda.

No decorrer de sua gestão, Bruno esteve envolvido em polêmicas, por declarar que teve o mandato “atrapalhado” pela justiça e utilizando o bordão “deixa o homem trabalhar”. Em março de 2019, um ano após ter se reestabelecido no cargo de prefeito, saiu matéria no Blog do Magno, que destacava questões de sua gestão:

“O prefeito Bruno Pereira transformou São Lourenço da Mata em um verdadeiro canteiro de obras. A gestão se prepara para entregar, só neste ano, 1,5 mil moradias em dois residenciais com cinco blocos ao todo. O governo também está pavimentando 25 ruas em toda a cidade.”

Obras estas que foram entregues em 2020, no ano final de seu mandato.

O atual momento de sua gestão tem sido marcado por finalizações de obras com entregas prometidas para anos anteriores, enquanto a Câmara Municipal aprova Lei que autoriza abertura de crédito de 5 milhões de reais para que seja realizado o pagamentos de 13º salário dos servidores, porém, ainda no dia 30 de dezembro, a gestão de Bruno Oliveira não realizou o pagamento da categoria dos servidores inativos, realizando um processo de transição dificultoso para o próximo prefeito.

Não obstante, de acordo com estudo feito por Deyverson Santana, estudante do cursode Gestão da Informação pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que analisou o nível de transparência das cidades da Região Metropolitana do Recife a partir de seus portais, a prefeitura de São Lourenço da Mata foi classificada como a cidade da RMR com o pior desempenho no nível de transparência em seus portais. Ver gráfico abaixo retirado do trabalho A TRANSPARÊNCIA DA INFORMAÇÃO DOS GOVERNOS MUNICIPAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE, por Deyverson Santana:

Como visto, o prefeito denominado pela população como “caranguejo” transformou a cidade de São Lourenço da Mata em seu mangue, vegetação esta que, por ironia do destino, não se pode cultivar Oliveiras.

Por Fernanda Maria Negromonte, Cientista Política com ênfase em Relações Internacionais pela UFPE, da Equipe FalaPE.

1 Comcentário

  • Fabíola Tayane disse:

    Realidade lastimável! Mas, infelizmente, não se pode esperar menos de um governo hereditário e coronelista. Precisamos mudar esse cenário.
    Parabéns pela matéria!! Muito boa.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.