Gravatá: Secretaria de Assistência Social e Juventude inicia Programa Criança Feliz em Mandacaru

By 30/04/2021 - 17:35Agreste Central

O atendimento é voltado para crianças de 0 a 6 anos do BPC, além de gestantes e crianças de 0 a 3 anos cadastradas no NIS

A Prefeitura de Gravatá, por meio da Secretaria de Assistência Social e Juventude, deu início, nesta sexta-feira (30), ao Programa Criança Feliz, no distrito de Mandacaru.

O programa, que recebe recursos do Governo Federal, atua diretamente nas casas das famílias que estão cadastradas no Número de Inscrição Social (NIS), que dá acesso a programas sociais, como o Bolsa Família, e de crianças de 0 a 6 anos que estão cadastradas no Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Por causa disso, a prefeitura levou uma equipe do CADÚnico de Gravatá, para a Escola Intermediária João Paulo I, para fazer as inscrições das famílias que não tinham cadastro até então e elas poderem participar do Criança Feliz. 

Estiveram presentes no pontapé inicial do programa no distrito a primeira-dama e secretária de Assistência Social e Juventude, Viviane Facundes, o administrador distrital de Mandacaru, Roberval Ferreira, além da participação da diretora de inspeção da Secretaria de Educação de Gravatá, Alessandra Facundes, e do vereador Cabritinha. 

O coordenador do Programa Criança Feliz de Gravatá, Josinaldo Leão, explicou o que é o programa e quem é beneficiado. “O Criança Feliz é um programa do Governo Federal que atende, aqui em Gravatá, 800 crianças e gestantes e nós temos como prioridade a construção de vínculos entre a criança e a família, entre a gestante e o bebê, então é todo esse processo da construção de vínculos. Temos parceria com a saúde, com a educação, para dar prioridade a esse público, escolas, creches, e em todos os serviços prestados aos usuários. Essas famílias devem estar cadastradas em uma inscrição social, então esse número é muito importante porque é a partir dele que podemos inserir essas famílias no sistema do programa”.

Josélia Maria de Oliveira é agricultora, tem 21 anos e é mãe de 4 crianças. “Eu participo do Bolsa Família e agora vou participar do Programa Criança Feliz com dois deles, que têm 2 e 4 anos. Acho ótimo, porque vou ter um tempinho com meus filhos”.

A gestante Joana Alves da Silva, de 17 anos, gostou muito do acolhimento do programa. “Eu acho que é bem interessante porque hoje em dia a criança nasceu, já não tem mais aquele acompanhamento. Já com esse programa, a visitadora vai ficar passando na minha casa pra saber como é que está o bebê, pra saber se está indo tudo bem com a saúde do bebê e eu acredito que é bom tanto pra mim, quanto para meu filho, porque ele não está sendo cuidado apenas por mim, mas por outras pessoas também”.

Daiane Mireli, de 24 anos de idade e mãe de um menino de 2 meses, vai recomendar a participação de outras mães no Programa Criança Feliz em Mandacaru. “Aproveitei o momento deles terem vindo aqui para fazer o cadastro no Bolsa Família, porque foi mais acessível por conta da pandemia. Depois vou participar desse programa, porque ele é muito importante, ajuda bastante a gente, eu recomendo e vou passar pra outras mães. Vou falar para elas sobre o programa, tudo que eu vi aqui e vou passar pra elas para participarem também”.

O prefeito padre Joselito Gomes falou sobre a dedicação que a gestão municipal está dispensando também às crianças e famílias gravataenses. “O distrito de Mandacaru recebe o Programa Criança Feliz, onde crianças de zero a três anos e juntamente com a gestante receberão este acompanhamento de como é importante ser desejado, acolhido, amado, o ser humano sente-se bem ao ser acolhido, ao ser amado, e de modo muito especial a criança. O que precisa uma criança? Essencialmente ser amada, dentre tantas outras coisas que são necessárias e importantes. cuidando da criança cuidamos também da mãe, da família, e assim teremos um ambiente saudável para que a criança possa crescer e se desenvolver sendo uma pessoa equilibrada, amorosa, e é assim que a nossa gestão quer continuar tendo compromisso com as pessoas”.

Foto: Nilson Silva (SECOM)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.