Servidora é afastada pela Justiça por usar estrutura da Prefeitura do Ipojuca para influenciar votos

A Justiça Eleitoral determinou o afastamento imediato da funcionária da Prefeitura do Ipojuca Andreia Fernanda Fonseca de Oliveira, conhecida como Andreia da Galinha. A medida foi resultado de vazamento de áudio em que a servidora afirma, em reunião, que vai colocar monitores nos ônibus que farão o transporte dos monitores para influenciar os votos dos passageiros.

De acordo com a juíza Ildete Veríssimo, da 16ª Zona Eleitoral, o teor dos áudios revela “conduta de extrema gravidade (…) havendo indícios de abuso de poder político e do poder econômico, de uso das estruturas de poder na qual insere-se o funcionalismo público, na figura das monitoras dos ônibus escolares, para criar vantagem na disputa eleitoral”.

Decisão

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.