Shoppings do Grande Recife poderão operar em sistema drive thru, a partir do próximo dia 15

O governo de Pernambuco anunciou nesta segunda-feira (1º) o processo gradual de abertura da economia, que será implantado em 11 fases. Voltaram a abrir as portas as lojas de material de construção e o comércio atacadista. Os shopping centers ainda não foram autorizados a funcionar, mas a partir do próximo dia 15 poderão operar em sistema de drive thru. Nesse modelo, o cliente faz as compras online, paga com cartão ou boleto e só passa no mall para pegar o produto em pontos de entrega que serão instalados no estacionamento. Outros equipamentos no País já adotaram essa alternativa para aumentar as vendas durante a pandemia da covid-19. O Estado ainda não definiu uma data para a reabertura efetiva dos shopping, que vão obedecer protocolos sanitários específicos para garantir a segurança de clientes e colaboradores e reduzir as chances de contágio

O presidente da Associação Pernambucana de Shopping Center (Apesce), Paulo Carneiro, diz louvar o trabalho desempenhado pelo governo de Pernambuco no enfrentamento à covid-19, mas que para a atividade foi frustrante. “O governo merece parabéns por ter trabalhado e alcançado uma curva de estabilização da doença, mas para o setor foi muito pouco. Nós temos 3,1 mil lojistas e, desse total, 70% são pequenos. Sabemos de caso de falências em todo o País e de empresas que estão na UTI. O drive thru ajuda, mas até a data de início da permissão não nos favoreceu, porque no dia 15 já teremos perdido o Dia dos Namorados”, observa Carneiro.

No setor se comenta uma expectativa de reabertura para o dia 30 de junho. “Aí já teremos perdido duas datas, porque também terão passado as Festas Juninas e vamos alcançar o recorde de mais de 90 dias com as lojas fechadas, porque o decreto que determinou a suspensão das atividades é de 21 de março”, recorda o presidente da Apesce. Apesar de não ter permissão para abrir agora, os centros de compra já fizeram investimentos em tecnologias e serviços para atender as exigências do protocolo de abertura e receber os clientes com segurança.

JC Pernambuco