Suape assina ordem de serviço para elaboração de Plano de Mobilidade do Cabo e de Sirinhaém

By 09/05/2022 - 13:05Pernambuco

A iniciativa, realizada através de acordo de cooperação técnica, vai beneficiar milhares de famílias e ajudar a fomentar o desenvolvimento da região

O Governo de Pernambuco, por meio do Complexo Industrial Portuário de Suape, assinou, nesta segunda-feira (9), a ordem de serviço do contrato para elaboração dos Planos de Mobilidade Urbana do Cabo de Santo Agostinho e de Sirinhaém, municípios localizados no território estratégico de Suape. O acordo de cooperação técnica tem por objetivo contribuir para apoiar o poder público municipal a nortear o planejamento de curto, médio e longo prazo no tocante à melhoria do fluxo viário, reestruturação dos modais de transporte coletivo e acessibilidade, incluindo a adequação do espaço público para pedestres e pessoas com mobilidade reduzida. Os estudos também visam maior integração com as demais cidades que compõem a área de influência do complexo (Ipojuca, Escada, Moreno, Jaboatão dos Guararapes, Rio Formoso e Ribeirão).
A solenidade ocorreu, às 10h, no centro administrativo da empresa, e contou com a presença do diretor-presidente de Suape, Roberto Gusmão; do prefeito do Cabo, Keko do Armazém; e da prefeita de Sirinhaém, Camila Machado; além de outros representantes da estatal portuária e das respectivas prefeituras. O apoio aos municípios do território estratégico de Suape no que se refere a gestão integrada está previsto no Plano Diretor 2030 da empresa. Os estudos a serem elaborados têm como base a Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU), instituída pela Lei Federal 12.587, de 3 de janeiro de 2012.
“Sob o ponto de vista técnico, o apoio de Suape aos municípios busca fortalecer a capacidade institucional do poder público para aprimorar a gestão urbana em equilíbrio com o meio ambiente, com ênfase nos instrumentos de planejamento físico territorial. No Cabo de Santo Agostinho, o plano tem prazo de execução de 274 dias. Já em Sirinhaém, a previsão para conclusão dos trabalhos é de 183 dias”, informou o coordenador de Planejamento e Urbanismo de Suape, Roberto Salomão. O investimento da estatal é de R$ 860.000,00 e a empresa vencedora da licitação foi a Vinícius Ribeiro – Arquitetura Planejamento e Mobilidade Urbana Ltda.
“Após a conclusão dos estudos e entrega dos projetos aos dois municípios selecionados – do Cabo de Santo Agostinho, que compõe com Ipojuca a área de influência direta do complexo; e Sirinhaém, localizado na extremidade sul do nosso território estratégico –¬ , os projetos poderão servir de referência para que as demais cidades da região, e que ainda não elaboraram seus planos de mobilidade, possam desenvolvê-los”, pontuou o diretor-presidente da estatal, Roberto Gusmão.
“Com isso, queremos contribuir para que todos os municípios do território estratégico de Suape possam dispor de um conjunto de informações, metodologia e ferramentas que contribuam para a implementação/readequação dos seus respectivos planos de mobilidade, melhorando a vida das pessoas que residem, trabalham ou são usuárias desse território. Importante lembrar que pensar a mobilidade urbana é resolver questões relacionadas com a eficiência, tempo de trajeto, poluição gerada, infraestrutura necessária, custos de implantação e operação, e os impactos dos modais de transporte na saúde dos usuários”, acrescentou o dirigente da estatal portuária.
O diretor de Planejamento e Gestão de Suape, Francisco Martins, comentou que a empresa idealizou essa parceria com a finalidade de ajudar os municípios a instituírem os instrumentos necessários para garantir a diversidade de modais de transporte e de circulação de forma integrada com os seus respectivos Planos Diretores, respeitando as especificidades locais e garantindo a expansão urbana de forma ordenada. “Também temos por objetivo incentivar a integração entre os municípios localizados no território estratégico de Suape, facilitando o deslocamento das pessoas entre uma cidade e outra e contribuindo para melhoria da economia da região, tal como as atividades turísticas”, enfatizou.
“Essa parceria entre Suape, o Cabo e o Governo do Estado é muito importante. Tenho certeza de que esse plano será essencial para o crescimento não só de nossa cidade, mas de todos os municípios sob influência do complexo industrial portuário”, afirmou o prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Keko do Armazém. “É com muita alegria que firmamos esse termo de cooperação técnica com Suape, para enfrentarmos as demandas estruturais de nossa cidade. O plano será uma ferramenta estratégica de planejamento e de reordenamento da mobilidade de nosso município”, complementou a prefeita de Sirinhaém, Camila Machado.
POTENCIAL
O município do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, é conhecido pela beleza natural do seu litoral e pela presença de construções e ruínas seculares que marcaram a história da ocupação do território nessa porção do Estado. Ocupa área de 448,7 km² e tem 210.796 habitantes (estimativa IBGE/2021). Em seu território estão instaladas dezenas de indústrias e inúmeras atrações turísticas, a exemplo de praias com paisagens paradisíacas, como Calhetas e Paiva, e sítios histórico, arqueológico e geológico de importância nacional localizados no Parque Metropolitano Armando Holanda Cavalcanti.
Já o município de Sirinhaém ocupa área de 374,3 km² e tem 48.735 habitantes. A faixa litorânea também é um dos seus principais atributos turísticos, com destaque para a Ilha de Santo Aleixo. Ambas as cidades estão interligadas pela Rodovia PE-60, que deverá receber obras de requalificação, nos próximos meses. O Cabo de Santo Agostinho, por sua vez, conta com outras importantes vias de acesso, a exemplo da BR-101 (que se subdivide em outro ramal), da Rota do Atlântico e da PE-28.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.