Túlio Gadêlha pede comparecimento de Braga Netto e das Forças à Câmara: “nota intimidatória”

By 08/07/2021 - 14:00Pernambuco

O deputado federal Túlio Gadêlha (PDT) apresentou requerimento ao plenário da Câmara dos Deputados, solicitando o comparecimento do ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, e dos comandantes das Forças Armadas, à Casa. O objetivo é obter esclarecimento acerca da nota oficial assinada por ele e pelos três comandantes da Marinha, Almir Garnier Santos; do Exército, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira; e da Aeronáutica, Carlos de Almeida Baptista Júnior, nesta quarta-feira (7). Para Túlio Gadêlha, a nota tem “nítido teor intimidatório”.

A nota foi divulgada horas após o senador Omar Aziz dar voz de prisão ao ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Dias. Durante o depoimento, o senador Omar Aziz afirmou que fazia “muitos anos” que o Brasil não via “membros do lado podre das Forças Armadas envolvidos com falcatrua dentro do governo”, visto que Roberto Dias foi sargento da Aeronáutica.

Na nota emitida pelo Ministério da Defesa, o senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Covid19, foi chamado de “leviano” e “irresponsável”. “O documento se caracteriza como uma nítida ameaça aos trabalhos desenvolvidos pela CPI, à instituição do Senado Federal e consequentemente ao próprio Estado Democrático de Direito. Vejo como uma tentativa de intimidação e uma ameaça à democracia. As Forças Armadas não podem ser politizadas. Elas têm que estar do lado do Brasil, dos brasileiros”, afirmou o deputado.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.