Vereador Alcides Cardoso (DEM) comemora prisão de suspeitos de furto no Parque das Esculturas, mas reforça que fiscalização continuará firme

Foto: Phillipe Jonathan

Democrata reiterou que patrimônios públicos merecem aplicação correta de recursos e manutenção intensiva, pois geram importantes receitas para o Recife

O vereador Alcides Cardoso (DEM) comemorou, nesta terça-feira (02/02), a prisão de cinco suspeitos de furtos de obras de arte no Parque das Esculturas Francisco Brennand, em operação coordenada por policiais civis da Delegacia de Boa Viagem, que conduzem o inquérito, quase dois meses depois de o parlamentar solicitar informações à Prefeitura do Recife e cobrar soluções para o equipamento cultural e turístico.

“A prisão dessas pessoas é o primeiro passo para punir os responsáveis que, de alguma forma, colaboraram com a destruição de um patrimônio da nossa cidade. Fizemos nosso papel de denunciar o descaso e o abandono com o equipamento, bem como cobrar as respostas da prefeitura”, declarou Alcides Cardoso. “Não descansaremos até que todos os envolvidos sejam punidos e o Parque das Esculturas seja restaurado e conte com vigilância 24 horas”, reforçou.

O primeiro ato do democrata em relação ao local ocorreu em dezembro de 2020, quando Alcides Cardoso protocolou junto à Prefeitura do Recife, através da Lei de Acesso à Informação (LAI), um Pedido de Informação detalhado das atividades no Parque das Esculturas, incluindo os sistemas de vigilância por câmeras e de rondas, o relatório completo de obras de arte expostas, na inauguração e atualmente, e a execução orçamentária entre os anos de 2017 e 2020.

De acordo com Alcides Cardoso, a solicitação ocorreu 13 dias após o furto da obra “Serpente Marinha”, ocorrido no dia 4 de dezembro, cuja peça de 20 metros de comprimento, 1,5 metros de altura e de cerca de duas toneladas, esculpida em bronze, foi levada do parque durante a noite. O democrata lembrou que recebeu as respostas de forma incompleta, quase 40 dias depois do pedido protocolado.

O segundo ato ocorreu justamente após o envio das respostas, em janeiro deste ano, quando o parlamentar voltou a denunciar o abandono e descaso do poder público na conservação, manutenção e vigilância do Parque das Esculturas. “Descobrimos um total de 64 peças furtadas ao longo de 20 anos de existência do parque, sem contar as cerâmicas de revestimento, ou seja, uma demonstração clara de total desprezo pelo patrimônio público e um desrespeito à família Brennand pelo poder público”, pontuou.

Hoje, a Polícia Civil divulgou apenas a prisão dos suspeitos, sem se estender em outros detalhes da investigação, até por que os trabalhos de apuração estão sob sigilo e pode haver outros envolvidos nos furtos de peças do equipamento turístico, que está localizado em frente à Praça do Marco Zero e é responsável pela atração de milhares de turistas que anualmente visitam o Recife.

Segundo Alcides Cardoso, o Parque das Esculturas precisa ser totalmente recuperado e zelado, assim como todos os pontos turísticos da cidade, pois eles geram receitas e são imprescindíveis na economia, tanto na arrecadação quanto na geração de empregos. “Essa recuperação passa diretamente pela fiscalização dos recursos públicos, para que nossa cidade tenha o retorno de cada centavo do dinheiro público que é investido, e nós estaremos sempre atentos nesse processo de transparência”, completou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.