Vereadores de Araripina vencem ação que pedia a cassação de seus mandatos

By 25/03/2022 - 16:22Sertão do Araripe

Em dezembro de 2020, após a eleição, o partido Avante entrou com uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral pedindo a cassação do diploma dos vereadores eleitos pelo MDB de Araripina. O motivo seria um suposto descumprimento da legenda em relação à regra legal da cota de gênero, com uma alegação de fraude e candidatura laranja.

Os eleitos pela legenda, Camila Modesto, Evandro Delmondes e João Doutor, que fazem parte da bancada do prefeito Raimundo Pimentel, perderiam seus mandatos caso houvesse uma decisão favorável ao Avante. A Ação foi julgada improcedente pelo Juiz Eleitoral de Araripina, igualmente o Ministério Público Eleitoral foi contrário à cassação, porém a oposição a Pimentel recorreu para o Tribunal Regional Eleitoral (TER-PE) e, na manhã de hoje, ocorreu o julgamento e os vereadores do MDB venceram por unanimidade.

A vereadora e presidente do MDB em Araripina, Camila Modesto, comemorou a decisão. “O Ministério Público Eleitoral e o juiz Dr. Eugênio Jacinto Oliveira Filho já haviam dado parecer favorável ao nosso partido. Hoje, com a vitória por 7 a 0 no TRE, ficou mais que provado que não houve má-fé nossa e nem descumprimento de cota de gênero por parte da nossa chapa nas eleições de 2020. A oposição de Araripina deverá aguardar 2024 para tentar, nas urnas de forma justa, ocupar vagas na Câmara Municipal de Araripina. Não conseguiram, no tapetão, nos derrubar, pois a justiça e a verdade sempre prevalecem”, concluiu Camila.

A defesa foi realizada pelos advogados eleitoralistas Raphael Souto, Pablo Bismark e Bruno Brennand, que dividiram a tribuna conseguindo um placar de 7×0.

Fonte: Blog do Magno

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.