Visionário da educação, Adalberto Tabosa ganha título de Patrono da Interiorização da Educação Superior no Estado de Pernambuco

O visionário da educação Adalberto Tabosa de Almeida ganhou o título (in memoriam) de Patrono da Interiorização da Educação Superior no Estado de Pernambuco. O projeto que originou a lei nº 17.091, promulgada pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) no último dia 29 de outubro, foi de autoria do deputado estadual e primeiro-secretário da Alepe, Clodoaldo Magalhães (PBS).

Tabosa foi o idealizador das Faculdades de Direito e Odontologia de Caruaru, criadas no fim da década de 1950, após visitas nas famosas Universidades de Harvard, nos Estados Unidos, e Sorbonne, na França. Foi o primeiro campus universitário do interior de Pernambuco. “O legado de Tabosa de Almeida no campo educacional confunde-se com a própria história do desenvolvimento do ensino universitário pernambucano nas últimas seis décadas”, comentou o deputado estadual Clodoaldo Magalhães.

Agora Patrono da Interiorização da Educação Superior no Estado de Pernambuco, Tabosa foi um homem com visão ampla, que ultrapassou, inclusive, as barreiras do ensino superior. Investiu em cursos profissionalizantes, que mantinha por meio de projetos da assistência social. “Graças ao educador, Pernambuco passou a experimentar a interiorização e a democratização do conhecimento de nível universitário”, ressaltou Clodoaldo Magalhães.

O educador também criou o bairro Universitário de Caruaru, demonstrando seu desejo e visão de que a cidade poderia crescer. Tabosa de Almeida afirmava que, se, por um lado, não podia considerar sua missão concluída, esperava que ela fosse vista como uma pedra fundamental, um conceito de pioneirismo cultural a ser desenvolvido pelas gerações presente e futuras, para que um número cada vez maior de setores da população do Agreste Pernambucano pudesse ter acesso à uma educação superior de qualidade. Tudo isso em sua própria terra, e assim tem sido feito desde então.

Atualmente, o campus criado por Tabosa tem 23 cursos de graduação, mais de 30 especializações, mais de 40 projetos de extensão e pesquisa universitária, além de formações na área técnica. Reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) em 2016, a instituição deixou de ser faculdade para se tornar o Centro Universitário Tabosa de Almeida (Asces-Unita), uma justa homenagem a seu fundador.

Sobre Tabosa de Almeida

Adalberto Tabosa nasceu no distrito de Terra Vermelha, em Caruaru, Agreste de Pernambuco, em 1917. Filho de humildes agricultores, demonstrou, desde jovem, dedicação aos estudos e à cultura, reconhecendo-os como as grandes forças capazes de transformar a si e à sociedade.

Desse modo, com muito esforço e saindo de sua terra natal, diplomou-se em ciências jurídicas e sociais pela Universidade de Alagoas (UFAL), em 1943, e, no ano seguinte, formou-se em ciências contábeis e econômicas pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), tendo sido aprovado no concurso para agente fiscal do imposto de consumo nesse mesmo período.

Tabosa de Almeida também fez doutorado em direito pela UFPE e atuou como advogado em 16 comarcas do interior de Pernambuco. Também fez carreira política, tendo sido eleito três vezes deputado estadual, e duas deputado federal. Adalberto morreu em 26 de fevereiro de 2005.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.