Visitante de Porto de Galinhas permanece em média seis dias no destino

Argentina e Uruguai ocupam liderança entre os emissores de turistas internacionais para o destino; São Paulo permanece como principal mercado nacional

Os atrativos, as piscinas naturais e a hospitalidade do povo são alguns dos itens mais bem avaliados pelo turista, segundo a Pesquisa do Turismo Receptivo das praias do Ipojuca. O levantamento foi realizado pela Empetur e pela Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco, de 3 a 9 de novembro, nas praias de Porto de Galinhas, Maracaípe, Cupe, Merepe, Muro Alto, Serrambi e Vila de Porto de Galinhas. Foi identificado que o turista permanece uma média de seis dias com gasto médio individual diário de R$ 446,75.

O turismo doméstico segue em alta, movimentando o fluxo de turistas no destino. Estima-se que 95% dos turistas pesquisados sejam do Brasil e 5% do exterior. Entre os brasileiros, São Paulo permanece como o principal emissor de turistas (26%), seguido de Pernambuco (12%), Minas Gerais (11%), Rio de Janeiro (8%), Distrito Federal (6%), Goiás (6%). Do mercado internacional, a liderança é da Argentina (52%). O Uruguai, que passa a dispor de novo voo direto pela Azul, aparece na segunda posição com 28%, seguido da Alemanha (7%) e Portugal (2%).

“Ipojuca é um dos destinos indutores de Pernambuco, estratégico para impulsionar o desenvolvimento da atividade turística no Estado, uma vez que quem o visita acaba circulando por outras localidades, como Recife, Olinda e Tamandaré. Além disso, possui um trade turístico muito empenhado em oferecer um produto de excelência para o turista”, avalia a secretária de Turismo e Lazer de Pernambuco, Milu Megale.

A avaliação geral do destino foi considerada boa ou ótima por 96% dos entrevistados. Entre os que já estiveram no local, 53% disseram que permanece igual e 43% está ainda melhor. Observações positivas também entre os que visitam pela primeira vez, pois 59% disseram ter superado as expectativas, e 41% terem correspondido.

“Essas respostas positivas sinalizam que as ações e aportes realizados pelo trade turístico e as políticas públicas de promoção do destino e investimentos em infraestrutura contribuem para que Ipojuca/Porto de Galinhas mantenha a sua competitividade no mercado nacional”, ressalta o presidente da Empetur, Antonio Neves Baptista.

O segmento sol e praia ainda é o principal fator decisório para a escolha do município do Ipojuca, no Litoral Sul pernambucano. Casais em lua de mel também escolhem o local seja pela oferta de meios de hospedagem como também pelas belezas naturais. Além disso, férias e passeios estão entre os motivos que levam o turista a curtir dias ensolarados nas praias de águas mornas e piscinas naturais de Pernambuco.

A pesquisa também aponta uma capacidade de renovação do destino, pois 54% dos entrevistados estiveram pela primeira vez. Outro fator positivo é a consolidação como destino familiar, pois 90% disseram viajar na companhia da família. Além disso, comentários de amigos e parentes contribuem para a escolha das praias do Ipojuca.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.