Prefeitura do Ipojuca anuncia decreto com novas restrições contra o COVID-19

A prefeita do Ipojuca Célia Sales assinou, nesta sexta-feira (15), o decreto nº 762/2021 que dispõe sobre as novas medidas administrativas e sanitárias para o enfrentamento da pandemia do Coronavírus. As decisões foram tomadas após a prefeita ouvir o Comitê Contra o Coronavírus do Ipojuca, baseadas no pedido de apoio do governador Paulo Câmara às prefeituras do litoral pernambucano no combate ao COVID, a fim de que o Governo do Estado não precise tomar medidas mais drásticas como o fechamento das praias.

Entre as determinações da Prefeitura do Ipojuca, está a necessidade de ordenar o fluxo de pessoas nos passeios públicos, por isto, a gestão municipal passou a “proibir a entrada, a circulação, parada e estacionamento de ônibus de turismo, micro-ônibus, vans e similares, nas modalidades day use e city tour aos sábados, domingos e feriados”, exceto o que já se encontrava agendado na Secretaria de Turismo para este fim de semana (16 e 17 de janeiro). O município já estabelecia um limite diário de 16 destes transportes de viagem chegando às praias de Porto de Galinhas, mas agora este acesso está proibido.

Outra medida mais específica, se refere à Vila de Porto de Galinhas. O mais recente decreto estadual, para evitar aglomeração, já havia proibido música ao vivo e som em bares, restaurantes, lanchonetes, inclusive os que se localizam na faixa de areia como as barracas e os carrinhos de alimentos e bebidas. Então, como reforço, a Prefeitura do Ipojuca decidiu que: “ficam suspensas as autorizações/alvarás de funcionamento de bares, restaurante, boates e comércio ambulante, na vila de Porto de Galinhas, no horário compreendido entre 23h e 7h”. Estas e outras determinações descritas no decreto passam a valer a partir da data da publicação do mesmo.

Segue em anexo o decreto:

Prefeitura do Recife une forças com Governo de Pernambuco e envia 200 concentradores de oxigênio para Manaus

Os equipamentos devem seguir para a capital do Amazonas de avião até este sábado (16)

O prefeito João Campos, em união com o Governo de Pernambuco, decidiu enviar 200 concentradores de oxigênio para ajudar no enfrentamento da crise no sistema público de saúde em Manaus. Desse total, 100 foram da Prefeitura do Recife e os demais do Estado. Até este sábado (16), os equipamentos devem seguir de avião para a capital do Amazonas.

Esses concentradores, utilizados para o tratamento de pessoas com insuficiência respiratória, fazem parte dos mais de 10 mil equipamentos médico-hospitalares adquiridos pela Prefeitura do Recife, durante a preparação para o enfrentamento à pandemia no município. Os aparelhos foram utilizados para salvar vidas nos sete hospitais de campanha construídos em 45 dias pela PCR. Quando as unidades começaram a ser desativadas, os materiais foram levados para o almoxarifado da Secretaria de Saúde, onde estavam armazenados.

É importante salientar que a ajuda à capital amazonense não compromete a estrutura de assistência hospitalar da covid-19 no Recife. Ou seja, mesmo que haja aumento no número de pacientes que necessitem de internação, na capital, o município ainda terá equipamentos suficientes para garantir atendimento adequado à população.

Os concentradores têm o objetivo de aumentar a saturação de O2. Os aparelhos puxam o ar do ambiente, purificam o oxigênio e o transportam para o paciente através de cânulas ou máscaras.

Sivaldo Albino é empossado presidente da Comissão de Desenvolvimento do Agreste Meridional para biênio 2021-2022

Prefeito de Garanhuns ficará à frente da Codeam pelos próximos dois anos e terá na vice-presidência Douglas Duarte, prefeito de Angelim

O prefeito de Garanhuns, Sivaldo Albino (PSB), tomou posse nesta quinta-feira (14) como presidente da Comissão de Desenvolvimento do Agreste Meridional (Codeam). Eleito em 2020 para comandar a principal cidade da região, Sivaldo ficará à frente da Codeam pelos próximos dois anos.

“Fiz questão de aceitar o desafio dos prefeitos e prefeitas que me procuraram para que eu pudesse ser candidato e liderar esse projeto. Juntamente com a diretoria que toma posse nesta noite vamos procurar fazer o melhor em prol dos municípios do Agreste Meridional. Agradeço pelo gesto de confiança de todos”, afirmou Albino.

De acordo com o novo presidente, uma das principais lutas da entidade será a duplicação da BR-423. ”Quero convocar todos os prefeitos e prefeitas para estarmos juntos nesta batalha. Eu acredito que a duplicação da BR-423 será a redenção do desenvolvimento de Garanhuns e do Agreste Meridional”, disse Sivaldo.

A nova mesa diretora da Comissão tem como vice-presidente Douglas Duarte (prefeito de Angelim), secretário-geral Matheus Martins (prefeito de Terezinha) e tesoureira Beta Cadengue (prefeita de Brejão).

Passando o comando da Comissão para Sivaldo, a ex-prefeita de Capoeiras, Neide Reino, reforçou a confiança na nova gestão. “Nestes 51 anos de instituição construímos muita coisa para o Agreste Meridional, mas podemos fazer mais. Acredito que você, Sivaldo, tem potencial para trazer mais parceiros para fortalecer cada vez mais esse vínculo da Codeam”, ratificou Neide.

Prefeitos da região e outras autoridades políticas, religiosas e militares estiveram presentes na cerimônia, entre eles Dom Paulo Jackson, Bispo da Diocese de Garanhuns, e representantes do 71º BIMtz e do 9º BPM. O presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e ex-prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, destacou o momento financeiro difícil vivido pelos municípios. “Será um desafio tanto para os prefeitos e prefeitas eleitos quanto para Sivaldo, enquanto presidente da Codeam. Um momento que exige união e comprometimento, características que o novo presidente possui para avançar esta instituição”.

Foto: Thomas Ravelly

Gravatá: Prefeito padre Joselito participa de café da manhã do SERC


Rede das Organizações da Sociedade Civil se reúnem com o prefeito para apresentar propostas

Na manhã desta sexta-feira (15) Padre Joselito, prefeito da cidade, esteve acompanhado dos secretários: Dr. Edson Souza, Ninha Professora, Viviane Facundes, Ester Melo das secretarias de Saúde, Educação, Assistência social e juventude, Mulher, e seus respectivos executivos no Serviço de Estimulação e Reabilitação da Criança (SERC) para um café da manhã ofertado pela instituição.

O intuito da reunião, organizada pelas Ongs e instituições, foi dialogar, apresentar propostas à gestão municipal e estreitar laços para melhorias e mudanças a Gravatá. Outro ponto abordado foi, em conjunto com as secretarias, pensar na acessibilidade de seus prédios para atender melhor a população.

Edson do GAMR, diretor pedagógico da ONG – Grupo de Apoio aos Meninos da Rua, ressalta a importância desse projeto que visa mostrar a sociedade que existe uma rede de organizações em Gravatá e que essa rede é responsável para desenvolver ações que impactam diretamente a vida da população local. “Ter essa chance de mostrar esse projeto ao novo gestor é uma oportunidade para Gravatá e para todos que fazem parte dessa rede”.

Trazendo consigo uma grande expectativa da realização desse projeto, Das Dores, diretora do SERC, destaca que a instituição presta serviços no município há 32 anos. “Nos últimos anos sofremos opressão e esse encontro recupera a autoestima e nos dá a possibilidade de abrir um diálogo de renegociação”.

Giovanni Baroni da instituição AMATERRA, brevemente falou sobre como foi pensado esse projeto: “É uma história que vem de anos e é bastante interessante para o município”.

Após ouvir a proposta da Rede das Organizações da Sociedade Civil, o prefeito de Gravatá, Padre Joselito, evidenciou a potencialidade do município e que está vislumbrando um trabalho que vai dar continuidade da forma que sonhava. “A partir de agora, nós queremos escrever uma história para Gravatá e trago dentro de mim uma crença, uma certeza, que juntos vamos trilhar um caminho de potencialidades para o município”.

As Ongs e Instituições presentes nesse primeiro encontro foram: SERC, ODIP, AMATERRA, AMAGRAVATÁ, Pastoral da Criança, Instituto João Evangelista, Círculo Operário, GAMR.

Ministério da Saúde pede ao Butantan entrega imediata de 6 milhões de doses da CoronaVac

O Ministério da Saúde encaminhou, na tarde desta sexta-feira (15), ao Instituto Butantan um ofício no qual pede a entrega imediata de 6 milhões de doses importadas da CoronaVac.

O ofício, assinado pelo diretor do departamento de logística em Saúde, Roberto Ferreira Dias, é endereçado ao diretor-geral do Butantan, Dimas Covas com o assunto: “Entrega imediata de 6 milhões de doses importadas da vacina contra a Covid-9”.

“Solicitamos os bons préstimos para disponibilizar a entrega imediata das 6 milhões de doses importadas e que foram objeto do pedido de autorização de uso emergencial perante a Anvisa”, diz o texto.

“Ressaltamos a urgência na imediata entrega do quantitativo contratado e acima mencionado, tendo em vista que este Ministério precisa fazer o devido loteamento para iniciar a logística de distribuição para todos os estados da federação de maneira simultânea e equitativa, conforme cronograma previsto no Plano Nacional de Operacionalização da vacinação contra a Covid-19, tão logo seja concedido a autorização pela agência reguladora, cuja decisão está prevista para domingo, dia 17 de janeiro de 2021”, complementa o documento.

Central de Notícias

Gravatá: Viviane Facundes participa de reunião com equipe da Secretaria Estadual de Assistência Social e Juventude

No encontro foram discutidos programas e serviços socioassistenciais e a parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado

A secretária de Assistência Social e Juventude de Gravatá, Viviane Facundes acompanhada da Gerente da Proteção Básica, Viviane Salgado, participou de um encontro na Secretaria Estadual de Assistência Social Criança e Juventude, com as equipes da Gerência da Proteção Básica responsáveis pelos Serviços Socioassistenciais, Programa Primeira Infância no Sistema Único de Assistência Social (SUAS), ACESSUAS, BPC na Escola e Benefícios Eventuais, bem como a Gerência da Proteção de Média e Alta Complexidade.

Segundo Viviane Facundes, o referido encontro se fez necessário para garantir a continuidade do Programa Primeira Infância no SUAS, tendo em vista que o recurso destinado a execução deste Programa foi suspenso deste novembro passado. “O Ministério da Cidadania verificou que, apesar da gestão anterior ter executado o recurso relativo ao programa, o município não estava realizando as visitas domiciliares, requisito essencial para atingir os objetivos do Programa. Fato esse que resultou na descontinuidade dos acompanhamentos das crianças e gestantes referenciadas”, explicou.

A secretária assumiu o compromisso com a Gerência da Proteção Básica e Coordenação do Programa Primeira Infância no SUAS na continuidade do Programa. Outras pendências foram verificadas na análise técnica da secretaria estadual com base no Diagnóstico Situacional 2020, tais como: regularização das informações e execução dos Programa ACESSUAS e BPC na Escola.

No contato com a Gerência da Proteção Social Especial de Média e Alta Complexidade, o Estado confirmou a determinação e a disposição de fortalecer os serviços e equipes que trabalham nessa área no município de Gravatá.

Prefeitura de Araçoiaba recebe seringas que serão utilizadas na primeira fase da vacinação

A Prefeitura de Araçoiaba recebeu nesta quinta-feira (14), através do Programa Nacional de Imunização, seringas que serão utilizadas na primeira fase da vacinação contra o COVID-19. A chegada das seringas faz parte do processo de logística da vacinação preestabelecido pelo município.

A Secretaria de Saúde de Araçoiaba tem realizado reuniões com o comitê de enfrentamento a COVID-19 com objetivo de estabelecer as principais estratégias do Plano Operacional da Vacinação no município. “A chegada das seringas correspondem à concretização deste processo. E apesar de ainda não termos uma data definida para que a vacina contra o COVID-19 chegue a Araçoiaba, já estamos prontos para recebê-la”. A melhor obra é cuidar das pessoas.

Paulista apresenta programação do Janeiro Branco

O mês foi escolhido pelo fato de ser mais propenso as pessoas pensarem em suas vidas, emoções e em seus sentidos existenciais

O Janeiro Branco é uma campanha que tem o objetivo chamar a atenção da população para as questões e necessidades relacionadas à Saúde Mental e Emocional das pessoas. Pensando nisso, a Prefeitura Municipal do Paulista promove a realização de atividades durante o mês de janeiro, de segunda a sexta das 08h às 17h, na sede do Caps AD Eliane Maria José de Aguiar, localizada na AV. Antônio Cabral de Souza, 825 – Maranguape I.

A programação acontecerá até o final do mês e contará com atividades culturais, autoexame de saúde mental, prevenção de riscos psicossociais e palestras que abordam o autoconhecimento como uma ferramenta para a saúde mental.

Segundo Eloina Nunes, gerente do Caps AD, o cuidado durante a pandemia está sendo redobrado: “Neste mês estamos dando ênfase ao janeiro branco. Com a pandemia reduzimos nossos grupos para uma média de 6 pacientes, anteriormente nossa demanda era de 18 pacientes por grupo, mas devido ao período de pandemia que estamos, tivemos que nos readequar. Desenvolvemos nossas atividades, visando a saúde mental das pessoas”, afirma a gerente.

Para mais informações do Janeiro Branco em Paulista:

Fone: (81) 99877-6109

E-mail: paulistacapsad@gmail.com

Transportes públicos de passageiros do Ipojuca passam por fiscalização

A Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte do Ipojuca realizou, nesta sexta-feira (15), fiscalização nos transportes públicos de passageiros. O objetivo da ação, além de promover a conscientização da obrigatoriedade do uso da máscara (de acordo com o decreto estadual 49.017/2020), também visa dar fluidez às viagens, encurtando o tempo e evitando a superlotação.

Em Nossa Senhora do Ó, a operação aconteceu em dois pontos simultâneos: terminal da Escola Eduardo Campos e giradouro do Oense. De acordo com o presidente da AMTTRANS, George Barros, a operação também atende a reclamação dos usuários de que, sem a fiscalização nestes dois pontos, o transporte passa até 40min parado. “Isto gera aglomeração nas paradas, superlota no transporte aumentando a contaminação do COVID-19 e aumento no tempo de viagem. Portanto, vamos reforçar a fiscalização para evitar que aconteça”, explicou Barros.

Na ação de fiscalização, os agentes de trânsito entraram nos veículos públicos, informaram sobre a obrigatoriedade do uso da máscara e orientaram os motoristas e cobradores para que exijam o uso delas pelos passageiros. Nenhum motorista ou passageiro foi resistente às orientações da AMTTRANS. Disnaldo dos Santos Filho, técnico de enfermagem que veio de Tamandaré passar o dia em Porto de Galinhas, estava de máscara dentro do ônibus, mas diz que nem todos têm consciência. “Pego transporte todos os dias e ainda tem muita gente sem usar máscara. Por isso, a contaminação no estado está tão grande. A gente tem que fazer a nossa parte”, lamentou Disnaldo.

Deputada Roberta Arraes solicita ao governo que caminhoneiros entre no grupo prioritário da vacina contra a COVID-19

A deputada Roberta Arraes encaminhou à secretaria de Saúde de Pernambuco, diretamente ao Comitê Técnico Especial para Vacinação contra a COVID-19, um ofício solicitando que a classe dos caminhoneiros entre no grupo prioritário da vacina contra o novo coronavírus.

De acordo com a parlamentar, os caminhoneiros são de extrema importância para o desenvolvimento do país, por eles transitarem em todas as regiões do Brasil, levando desde os nossos alimentos à produtos mais complexos. É importante que a sua solicitação seja avaliada de acordo com o plano de operacionalização da campanha de vacinação do estado.

“São esses profissionais que trabalham dia e noite levando e trazendo alimentos, insumos, remédios, matéria prima para as indústrias, entre tantos outros produtos. Para trabalharem com segurança, eles precisam se protegerem, por isso pedimos as autoridades em saúde que analisem tecnicamente para que sejam inclusos nos grupos prioritários da vacina”, afirmou.

Roberta Arraes, que também preside a comissão de Saúde e Assistência Social da Alepe, ainda no ano passado, deu entrada no projeto de lei de n° 1424/2020, sugerindo diretrizes e planejamento na execução da vacina, como dar prioridade em uma primeira etapa a vários grupos considerados vulneráveis ou de risco, entre eles, profissionais de saúde, profissionais da educação, idosos, pessoas com deficiência e doenças raras.

“Friso mais uma vez, a importância dos profissionais de educação entrarem também neste plano de primeira etapa da vacinação contra a COVID-19. Vamos aguardar e acompanhar as decisões das autoridades responsáveis”, disse a parlamentar.

Por fim, a deputada destacou que o Governo de Pernambuco já encaminhou 1,5 milhão de seringas para os municípios e que outras remessas serão enviadas ao longo da campanha de acordo com a chegada da vacina, através do Ministério da Saúde.