‘Do ponto de vista do governo, não existe prorrogação’, diz Paulo Guedes sobre auxílio emergencial

Foto: Albino Oliveira/ASCOM/Ministério da Economia/JC

Ministro da Economia deu declaração durante evento virtual na tarde desta segunda-feira (23). Segundo informou blog de Valdo Cruz, ala política do governo voltou a defender a prorrogação

O ministro Paulo Guedes, da Economia, afirmou na tarde desta segunda-feira (23) que o governo não pretende prorrogar o auxílio emergencial, concedido desde maio para desempregados e trabalhadores informais em razão da pandemia do coronavírus.

Em evento virtual promovido por uma empresa de investimentos, o ministro disse que há pressão política pela prorrogação e que a área econômica está preparada para reagir “se houver uma segunda onda” da Covid-19.

Mas, para Guedes, a doença “cedeu” e “está descendo”, razão pela qual o auxílio não seria mais necessário porque, segundo afirmou, a economia “está voltando forte”.

“A ideia é que o auxílio emergencial se extingue no final do ano. A economia está voltando forte, a doença está descendo. Eu não estou dizendo duas ou três semanas. Eu estou dizendo, de 1,3 mil, 1,4 mil mortes diárias, a coisa caiu para 300, 250. Agora, parece que voltou para 350. É uma tragédia de dimensões imensas, é terrível essa epidemia que abateu sobre o Brasil […]. Contra evidência empírica, não há muito argumento. Os fatos são que a doença cedeu bastante e a economia voltou com muita força”, declarou.

Segundo levantamento do consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h deste domingo (22), o Brasil uma tem média móvel de 484 mortes por Covid por dia e em dez estados as mortes estão em alta.

“Do ponto de vista do governo não existe a prorrogação do auxílio emergencial. Evidente que há muita pressão política para isso acontecer. É evidente que tem muita gente falando em segunda onda, etc. e nós estamos preparados para reagir a qualquer evidência empírica. Se houver uma evidência empírica, o Brasil tiver de novo mil mortes, tiver uma segunda onda efetivamente, nós já sabemos como reagir, já sabemos os programas que funcionaram melhor”, afirmou o ministro.

O governo começou a fazer os pagamentos do auxílio emergencial em maio. Inicialmente, iriam até julho. Depois foram prorrogados uma primeira vez até setembro e, uma segunda vez, até dezembro. No início, o valor era R$ 600, mas passou para R$ 300 nas últimas parcelas.

Segundo informou o blog de Valdo Cruz, a ala política do governo voltou a defender a prorrogação do auxílio emergencial por dois ou três meses em 2021 em razão da indefinição a respeito da criação de um novo programa social.

No último dia 12, Guedes afirmou que, se houver uma “segunda onda” da Covid-19 — que, para ele, não está caracterizada — a prorrogação seria “uma certeza”. “Se houver uma segunda onda de pandemia, não é uma possibilidade, é uma certeza”, declarou na ocasião.

Auxílio emergencial

O diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão vinculado ao Senado, calcula que uma prorrogação, por quatro meses do auxílio emergencial, no valor de R$ 300, para cerca de 25 milhões de pessoas custaria aos cofres públicos cerca de R$ 15,3 bilhões.

Para a IFI, o auxílio é importante, mas é necessário encontrar formas para financiá-lo, caso o governo e o Legislativo decidam estendê-lo outra vez.

“O espaço fiscal no teto [de gastos] não existe, é muito pequeno, exíguo para se fazer gastos adicionais. Se o teto for mantido como está, precisaria de compensação em outros gastos. E os gastos discricionários já estão num limite muito baixo”, disse Felipe Salto, diretor-executivo da IFI.

Na avaliação dele, a PEC emergencial – que busca soluções para a preservação do teto – não deve avançar neste ano, assim como a PEC do pacto federativo.

Outros temas

  • Estatais e privatizações – Na palestra desta segunda-feira, Paulo Guedes voltou a defender a venda de estatais e a relatar dificuldades para dar andamento a um programa de privatizações. “Nós tivemos que ir primeiro ao Supremo e, também, por alguma razão interna nossa houve alguma hesitação em alguns dos ministérios nossos. No nosso próprio ministério, também houve várias importantes. Agora, também houve um acordo político, aparentemente de centro-esquerda, para nós não pautarmos as privatizações. Isso foi muito ruim para nós”, disse.
  • Juros e câmbio – O ministro também afirmou que a economia está “mais saudável” com juros mais baixos e o câmbio mais elevado. “Nós estávamos em um endividamento em bola de neve e pagando juros altíssimos, inclusive, com o câmbio sobrevalorizado, uma combinação bastante perversa, de dois preços críticos na economia. A economia está muito mais saudável. Porque antes, com juros a 10%, 12% e o câmbio a R$ 1,80; R$ 2,20, R$ 2,80. A economia está muito mais saudável se ela estiver com o juros a 2% e o câmbio de R$ 5. Muito melhor”, declarou Guedes.
  • Novo imposto – O ministro foi questionado sobre a criação de um tributo sobre operações digitais, que tem sido chamado de CPMF digital. Guedes afirmou ser contrário a aumento de impostos, mas disse que, para se desonerar a folha de pagamentos, será necessário “ter outra base de impostos”. “Então, vocês estão vendo aí, tem 17 setores que têm um lobby muito forte. Eles querem desoneração para eles. Não para o Brasil todo […]. Então, se alguém quiser desonerar, vai ter que ter uma outra base de impostos para poder desonerar. Porque nós não vamos aumentar essas bases que estão aí. E essa conversa foi interditada”, disse.
  • Reforma tributária – Guedes defendeu a cobrança de imposto sobre dividendos, tendo como compensação a diminuição da tributação das empresas. “Se o lucro fica na empresa, para virar investimento, criação de emprego, inovação, a tributação é mais baixa. Agora, saiu, foi para a pessoa física, que tem dinheiro, que tem base de capital, onde existe a riqueza financeira, e aí você tá vivendo de dividendo.. Tem que pagar. Tem que pagar imposto sobre dividendo. Que história é essa?”, indagou.

Fonte: G1

Morre prefeito de Santa Terezinha

O prefeito de Santa Terezinha, Geovane Martins, o Vanin de Danda, não resistiu as complicações causadas pela Covid-19 e faleceu nesta madrugada. As informações são do blog do Nill Júnior.

Vanin tinha 51 anos e concorreu à reeleição no pleito deste ano, perdendo a disputa para Delson Lustosa, do Podemos. Ainda não há informações sobre velório e sepultamento.

Na última quarta-feira, o boletim médico já informava que o quadro de saúde do prefeito era gravíssimo. Coração, pulmões e rins haviam paralisado.

Vanin deu entrada na manhã da segunda-feira (02.11), na Unidade Mista de Saúde de Santa Terezinha, reclamando de falta de ar e dificuldades de respirar. Na noite da quinta-feira (05.11), o prefeito de Santa Terezinha precisou ser transferido para o Hospital Alfa, no Recife, onde a sua situação se agravou.

Blog do Magno

Klaus Lima (PSB) vota em Escada

O candidato à prefeito de Escada pelo PSB, Klaus Lima, votou na manhã deste domingo (15) na Faculdade da Escada (FAESC).

O candidato, que se recupera do atentado a bala sofrido na manhã da última terça-feira (10), foi acompanhado da sua esposa Rafaela Rocha e demonstrou confiança.

“Fizemos uma campanha limpa, pacífica e propositiva, o povo abraçou o nosso projeto e viu que era o melhor, com propostas realistas e que seremos capazes de concretizar”, afirmou o candidato.

Deputado Joel da Harpa destina R$ 1 milhão em ememendas para pavimentação de ruas em Jaboatão dos Guararapes

O Deputado Joel da Harpa oficializou, nesta terça – feira, a apresentação de emenda no valor de R$ 1 milhão para obras de pavimentação e saneamento básico em diversas ruas e avenidas em Jaboatão dos Guararapes. Filho daquela localidade, o parlamentar vem se destacando pelo trabalho realizado em prol de melhorias para a cidade, em diversas áreas como saúde e educação.

Segundo Joel, as emendas atendem ao clamor dos jaboatonenses em pontos distintos da cidade. “Em nosso mandato, através dos instrumentos que temos, estamos trabalhando para atender alguns dos principais pedidos da população, que é a pavimentação”, explica Joel que garante que o povo de Jaboatão pode continuar contando com seu empenho.

“É minha obrigação retribuir o carinho que recebo da minha cidade, levando recursos que possam colaborar com o seu desenvolvimento e melhor qualidade de vida para a população”, comentou Joel. Recentemente, foram liberados valores para o Hospital Memorial Guararapes, de Prazeres, através de emendas apresentadas pelo deputado em anos anteriores.

Caruaru: Lessa apresenta compromissos para a Sulanca

O candidato a prefeito Delegado Lessa (Progressistas) visitou sulanqueiros no Parque 18 de Maio, nesta segunda-feira (09). Recebido com carinho pelos comerciantes e compradores, o candidato destacou as propostas do plano de governo para a estruturação da Feira da Sulanca.

Grávida de oito meses, a comerciante Jéssica Silva, de 27 anos, mencionou que a Feira está desassistida pelo poder público. “Faltam questões básicas, como banheiros, segurança e calçamento. A Sulanca tem de ser estruturada, para que deixe de ser um local apenas de vendas no varejo, e também ocorram vendas no atacado”, afirmou.

Um dos compromissos do Delegado Lessa é a reordenação da Sulanca, inclusive com criação do posto médico de suporte básico. “Tratar da Feira da Sulanca significa, antes de tudo, ter respeito com as pessoas. Vamos construir uma feira cada vez melhor, evitando que venham a acontecer episódios de maus tratos, riscos de incêndio e cobranças indevidas”, disse Lessa.

Bolsonaro formaliza apoio à Delegada Patrícia (Podemos)

Nesta segunda-feira (9), a Delegada Patrícia (Pode), candidata a prefeita do Recife, chegou a Brasília, no Distrito Federal, para um encontro com Jair Bolsonaro. Ainda nesta segunda, às 19h, Patrícia e Bolsonaro farão uma live juntos, que será transmitida no Facebook oficial do presidente. No sábado (7), Bolsonaro declarou apoio à Patrícia para a corrida eleitoral na capital pernambucana.

Na conversa desta manhã, o presidente afirmou que a delegada, eleita, terá as portas do governo federal abertas. Com Patrícia na prefeitura, o governo federal deverá ter uma relação direta com a Prefeitura do Recife, garantindo aportes importantes para a cidade.

A delegada afirmou que está animada com a conversa com Bolsonaro. “O presidente se comprometeu a tornar o governo federal um braço de apoio à nossa cidade. Mudar o Recife é o projeto que a cidade quer e essa porta aberta será de extrema importância para a garantia de recursos. Uma boa conversa institucional com o governo federal será importante para superar a grave crise financeira que vivenciamos”, avaliou Patrícia.

Lula critica aproximação de Moro e Huck: “Cada hora inventam uma coisa”

Foto: Sérgio Lima/PODER 360

O ex-presidente Lula publicou, em sua conta no Twitter, críticas à possível chapa presidencial entre Sergio Moro e Luciano Huck

O ex-presidente Lula (PT) ironizou a aproximação entre o apresentador de TV Luciano Huck e o ex-ministro da Justiça Sergio Moro para uma aliança visando as eleições presidenciais de 2022.

O petista publicou neste domingo (8.nov.2020), em sua conta no Twitter, duas mensagens críticas à possibilidade de união entre Huck e Moro, revelada pelo jornal Folha de S. Paulo.

“Agora tentam preparar uma chapa Huck/Moro… Cada hora inventam uma coisa. A única coisa que eles não admitem voltar é o PT e o Brasil da inclusão social”, escreveu.

O ex-presidente voltou a citar o habeas corpus pedido pela sua defesa, que busca anular a condenação no caso do tríplex do Guarujá (SP).

“Basta ver meu habeas corpus que está há dois anos esperando julgamento. Porque politicamente pra eles não é conveniente”, disse.

“A essa altura todo mundo já deveria ter entendido que minha prisão não teve nada a ver com um processo jurídico… Nunca entendi aquilo como uma prisão, sempre soube que era um interdito pra que eu não fosse candidato. Pra impedir o povo de me eleger presidente”, publicou.

Encontro entre Huck e Moro

De acordo com informações publicadas pelo jornal Folha de S. Paulo, Moro e Huck tiveram um encontro na casa do ex-juiz no dia 30 de outubro. O convite teria partido de Moro. No jantar, foram debatidos os pilares da candidatura hipotética. Seriam 3:

  • Liberalismo econômico;
  • Combate à corrupção;
  • Redução das desigualdades.

Não ficou definido, segundo o jornal, quem seria o cabeça de chapa e quem ocuparia a vice. Essa definição teria ficado para o ano que vem, dada a distância atual para as eleições de 2022.

Ainda não está claro por qual -ou quais- partidos a dupla concorreria. Huck tem proximidade com o Cidadania. Moro, com o Podemos.

Caso a construção dê certo, a chapa seria uma alternativa de centro e centro-direita à polarização entre Jair Bolsonaro e a esquerda, que dominou a campanha vencida pelo atual presidente em 2018.

No campo da esquerda, teria como rival uma candidatura petista e Ciro Gomes (PDT), que deve concorrer novamente.

Moro foi ministro da Justiça de Bolsonaro até abril deste ano, quando pediu demissão alegando interferência política na Polícia Federal.

Fonte: Poder360 

Mendonça e Priscila anunciam propostas para a saúde da mulher com garantia de exames preventivos e atenção às gestantes em toda a rede pública

Crédito: Guga Matos

O candidato a prefeito do Recife, Mendonça Filho (DEM), afirmou, nesta sexta-feira (06/11), que a partir de janeiro de 2021 vai direcionar iniciativas específicas na saúde para as mulheres, como a realização de exames periódicos, acompanhamento do pré-natal e parto para as gestantes, requalificação de maternidades e ampliação da cobertura de rede. “O descaso das gestões do PT e PSB em relação às iniciativas de saúde específicas para as mulheres vem de anos, principalmente no que diz respeito ao monitoramento das gestantes, que durante a gravidez passam até oito meses para fazer a primeira ultrassonografia. Isso vai acabar e nós vamos mudar essa realidade com ações sólidas para garantir um atendimento humanizado às mulheres em todo o Recife”, disse Mendonça.

De acordo com o democrata, a saúde será um dos setores em que ele e candidata a vice-prefeita na aliança Recife Acima de Tudo (DEM, PSDB, PTB e PL), Priscila Krause, vão priorizar ao assumir a prefeitura. Entre as iniciativas, Mendonça informou que haverá o Aniversário da Saúde, destinado às mulheres com mais de 40 anos, e que possibilitará a realização anual, no mês do aniversário, de três importantes e imprescindíveis exames: mamografia (rastreio por imagem que pode detectar nódulos), ultrassom endovaginal (também chamado transvaginal, para avaliação de órgãos internos, como útero, trompas e ovários) e exame preventivo (Papanicolau, para detectar câncer de colo de útero ou demais DSTs).

Complementando a linha e ações, Priscila Krause destacou que, a partir de janeiro de 2021, a gestão dos democratas vai garantir a realização de todo o pré-natal das gestantes na rede de saúde, própria e conveniada, cuja articulação será realizada diretamente com as maternidades municipais para que sejam garantidas as vagas no período previsto para o parto. Para isso, ressaltou, é necessário requalificar as maternidades, ampliar a cobertura da rede e garantir a realização dos exames, inclusive através de convênios com os serviços privados de saúde.

“Criamos uma proposta robusta direcionada à saúde da mulher para garantir um atendimento humanizado em todo o Recife e, sobretudo, nas comunidades mais carentes. O desafio é muito grande, ainda mais em relação ao acompanhamento das gestantes e do pré-natal”, disse Priscila. Para a democrata, é possível reverter o atual quadro de desassistência médica que as gestantes enfrentam. “Sabendo o número de gestantes e a idade gestacional dessas mães teremos um cálculo de quantas mulheres darão à luz em determinados períodos para garantir as vagas necessárias nas maternidades. Isso passa por uma gestão das informações e nós faremos uma mudança radical nesse sentido”, pontuou.

Os democratas ressaltaram, ainda, as estatísticas assustadoras em relação à demora para a realização de exames distintos. Atualmente, na rede pública de saúde do Recife há 25.348 exames ultrassonográficos (todo tipo de ultrassonografia), 2.853 consultas em ginecologia e 109 consultas em mastologia. Mendonça e Priscila também reafirmaram o compromisso de requalificar as principais maternidades do Recife: Bandeira Filho (Afogados), Arnaldo Marques (Ibura) e Barros Lima (Casa Amarela), bem como o Hospital da Mulher (Curado).

Para a médica cardiologista Dra. Maria Antonieta Albuquerque, que também é intervencionista, as propostas apresentadas por Mendonça e Priscila são muito importantes para elevar a qualidade do atendimento nas unidades de saúde e garantir mais segurança às mulheres, principalmente às gestantes. “A grande maioria dos partos é considerada de baixo risco, mas há os casos de início de gestação com baixo risco e que depois de alguns meses apresentam intercorrências”, disse. Segundo ela, o mais prudente e seguro é que as gestantes saibam com antecedência onde darão à luz. “Quando elas conseguem fazer o pré-natal nos postos de saúde, muitas vezes entram em trabalho de parto e não têm uma maternidade definida para o nascimento da criança, o que gera insegurança e desconforto. Sem contar que pode haver intercorrências sérias que necessitam de todo um suporte médico para atendê-las e garantir sua segurança e da criança. Esse acompanhamento proposto é fundamental para evitar perdas”, afirmou.

João Campos promove encontro com dona do Magazine Luiza e pós-intercambistas do Ganhe o Mundo

Fotos: Rodolfo Loepert / Frente Popular do Recife

Na oportunidade, Luiza Helena Trajano contou um pouco de sua trajetória e conheceu experiências dos ex-alunos

O deputado federal João Campos  promoveu na noite desta quinta-feira (5) um encontro entre jovens que participaram do programa Ganhe o Mundo e a empresária e empreendedora social Luiza Helena Trajano, dona do Magazine Luiza, maior rede varejista do país. Na reunião, ela, que participou de maneira remota, contou um pouco de sua trajetória, que tem inspirado milhões de brasileiros, e ouviu experiências vivenciadas pelos ex-estudantes. A deputada federal por São Paulo e namorada de João, Tabata Amaral, também participou do momento.

Eles também conversaram  sobre os desafios que o Brasil e as grandes cidades precisam superar para garantir a implementação de ações que resultem em mais oportunidades e mais qualidade de vida à população.

“Muito bom ouvir histórias como estas. Fui criada para não ficar presa no problema. Fui criada para criar as soluções. E eu sempre acho que podemos encontrar soluções para desafios. É preciso aproveitar oportunidades, assim como fez cada um de vocês”, ressaltou Luiza Helena Trajano, completando: “eu me considero uma figura política apartidária e por isso precisamos, também, criar estas oportunidades”.

A empresária fez questão de comentar cada relato feito pelos ex-intercambistas, sempre destacando a necessidade de se olhar com otimismo e agir com determinação para superar desafios e gerar oportunidades. “A educação faz parte dos pilares de uma sociedade no combate à desigualdade. E estamos vivendo um momento sem igual, onde é a primeira vez que eu vejo o brasileiro protagonista no seu país. Podemos dizer que hoje quem mora numa periferia, quem é negro, quem não tinha voz e vez, hoje tem”, registrou a empresária.

Cada jovem pôde falar um pouco da sua experiência nos países estrangeiros e da vida “pós-intercâmbio”, como atuam como agentes multiplicadores de esperança em suas comunidades.

“Quero agradecer muito a possibilidade de poder conversar com você, Luiza. Uma mulher que inspira a todos nós, superando desafios, preconceitos e cria oportunidades para quem precisa. E fico ainda mais feliz de poder conversar com você, estando ao lado de tantos jovens que viraram referências em suas comunidades e na nossa cidade. Eles me emocionam com suas histórias, pois tiveram a vida transformada através da educação. O Ganhe o Mundo é uma referência nesta missão, e, junto da deputada Tabata, queremos tornar o programa uma política pública nacional”, destacou João Campos.

GANHE O MUNDO – O programa Ganhe o Mundo foi criado em 2011 pelo então governador de Pernambuco, Eduardo Campos. De lá para cá, cerca de 8.500 jovens já tiveram a oportunidade de realizar um intercâmbio e passar seis meses na modalidade High School, em países como Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Espanha, Argentina, Chile e Colômbia. O Governo de Pernambuco oferece passaporte, visto, seguro saúde, passagens e acomodação em casa de família, além de uma bolsa mensal.

Lessa propõe valorização dos comércios nos bairros

O candidato a prefeito de Caruaru pelo Progressistas, Delegado Lessa, vem cumprindo agenda com atividades adequadas às normas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE). Lessa conversou com feirantes no bairro Boa Vista II, neste fim de semana, apresentando propostas para a recuperação do crescimento da economia no município.

Lessa propõe direcionar investimentos para expandir postos de trabalho nos bairros da cidade, estimulando iniciativas de grupos de produção e comercialização. “Existe toda uma cadeia produtiva nos bairros de Caruaru, que merece ser valorizada. Vamos criar o Fórum Municipal de Economia Solidária e apoiar o trabalhador, garantindo dignidade através da obtenção de renda”, afirma.