Chuvas: Quipapá é 1º município de PE a ter reconhecida situação de emergência pelo Governo Federal

By 09/07/2022 - 15:48Mata Sul

Quipapá, na Mata Sul, é o primeiro dos 36 municípios de Pernambuco afetados pelas chuvas do fim de semana passado a ter reconhecida a situação de emergência pelo Governo Federal. Através da portaria de n° 2188, publicada no Diário Oficial da União de 6 de julho de 2022, o Ministério do Desenvolvimento Regional atesta oficialmente a situação de emergência. O reconhecimento habilita Quipapá a receber apoio financeiro da União para a restruturação dos serviços essenciais e suporte humanitário aos moradores atingidos.

O prefeito do município, Alvinho Porto (PSDB), afirma que o trabalho de reconstrução de Quipapá segue firme. “Assim que percebemos os estragos causados pelas chuvas, coletamos informações e enviamos para conhecimento federal, que, com agilidade na resposta, reconheceu o nosso estado de emergência. Estamos no aguardo de investimentos para restabelecer e retomar os serviços essenciais e reforçar o apoio às famílias afetadas”, disse.

A situação de emergência foi decretada pelo prefeito no dia 4 deste mês. Todas as informações levantadas, inclusive material fotográfico e audiovisual que documentam as consequências das fortes chuvas do dia 02 de julho,
foram remetidas ao Governo Federal através do Sistema S2ID, da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

As chuvas causaram inundações, alagamentos, obstrução de ruas, estradas e vias públicas, deslizamento de barreiras, quedas de árvores, destruição de estradas, pontes e passagens molhadas. Foram registrados também comprometimento de nascentes de água potável e danos a residências de munícipes. Comunidades inteiras ficaram isoladas e mais de 400 pessoas, entre desabrigados e desalojados, foram afetadas. Diante deste quadro, instituições de ensino do município passaram a servir de abrigo para as famílias atingidas.

A prefeitura mobilizou todos os esforços para socorrer os moradores afetados. Foi montada uma força-tarefa para retirar famílias das áreas de risco, abrigá-las em locais seguros e garantir alimentação, dormida, material de higiene e medicamentos.

Ao mesmo tempo, máquinas passaram a realizar o trabalho de desobstrução estradas rurais e equipes do município construíram passagens molhadas provisórias para que fossem levados donativos para as áreas isoladas. O fornecimento de água potável para as familias de localidades que tiveram o serviço interrompido devido à ruptura de tubulações está sendo assegurado por meio de carros-pipas.

O governo municipal está coordenando também o recebimento de doações para as pessoas atingidas. Estão chegando cestas básicas, colchões, cobertores, roupas, brinquedos e kits de higiene. Todo o material está sendo entregue às famílias desabrigadas e desalojadas e à população de bairros e localidades rurais afetados.

Entre as áreas mais prejudicadas estão as ruas do Amaral, Esplanada, da Palha e Pau-Ferro e as localidades de Bananeiras, Pirangi, Caracol, Tatu, Tapado, Liege, Louça, Taboquinha, Capim de Cheiro, Usina Água Branca, Aracati, Terra Preta, Correntes, Bela Vista e Vila Nova.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.