Coluna Fala PE – Os generais de Geraldo Júlio

By 26/04/2021 - 00:00ColunaFalaPE

Provável candidato a governador da Frente Popular ao Governo de Pernambuco em 2022, Geraldo Júlio já tem ao seu redor, desde o tempo da Prefeitura do Recife, um conjunto de assessores que vão desempenhar funções vitais na caminhada do ano que vem. Esse grupo fechado, coeso, e de fidelidade canina ao ex-prefeito do Recife, ocupará os principais postos operacionais da campanha, e, com certeza, de um futuro governo. A Coluna Fala PE destrincha hoje quem são os principais “generais” de Geraldo Júlio e as suas funções.

A lista começa com três nomes umbilicalmente ligados ao ex-prefeito do Recife, que o acompanham desde os tempos em que Geraldo era secretário de Planejamento e Gestão no Governo Eduardo. Trata-se de Alexandre Rebêlo, João Guilherme Ferraz e Rodrigo Farias. O primeiro é um dos mais competentes técnicos do PSB. Rebêlo é o atual secretário estadual de Planejamento de Paulo Câmara. Braço direito e melhor amigo de Geraldo, é quem cumpre a função de “gestor” do grupo. Cabe a ele tocar a casa para liberar o chefe para fazer política. Sua missão é igual a que o próprio Geraldo desempenhava para Eduardo. É o preferido, o mais parecido com o chefe, até no jeito de pensar.

Junta-se a ele o braço político do ex-prefeito, também altamente resolutivo em suas tarefas. João Guilherme e Rodrigo Farias terão a missão de montar o mapa político-eleitoral da campanha do chefe, costurando as alianças e coordenando os palanques no interior. São de extrema confiança e terão a ajuda na missão do atual presidente da Perpart, Nilton Mota, tio de Rodrigo e um dos principais articuladores do PSB, desde os tempos de Eduardo. A lista segue com o atual chefe da Assessoria Especial do governador, Alexandre Gabriel, que é o braço de Comunicação de Geraldo e vai coordenar essa área na campanha. Gabriel é um dos mais próximos do ex-prefeito, também goza da total confiança do socialista.

O atual presidente do Porto Recife, Marconi Muzzio, também ex-secretário de Geraldo na PCR, é outro que fará parte do time com funções administrativas e políticas. A exemplo de Rebêlo, que é fazendário, Marconi também é servidor público concursado, no TCE. Como entende de política, terá papel relevante também nessa área. Junta-se a ele outro “geraldista” de carteirinha: Roberto Gusmão, presidente do Porto de Suape. Outros nomes como Jorge Vieira, Leonardo Bacelar e Filipe Bittencourt provavelmente se juntarão a esse time. Mas a lista não acaba por aí.

MULHERES – O primeiro escalão de Geraldo Júlio tem duas mulheres de amplo destaque em suas áreas, que, certamente, terão papéis representativos na campanha e em um eventual governo. Uma é a atual secretária-executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça, ex-secretária de Turismo do Recife, quem tem a atribuição de representar Geraldo em entrevistas e agendas. A outra é Fernandha Batista, secretária de Infraestrutura de Paulo Câmara, também do time de Geraldo, que já toca uma das áreas mais importantes do governo.

HOMEM DE CONFIANÇA – Homem de confiança de Geraldo Júlio desde quando o atual secretário estadual de Desenvolvimento Econômico ocupava a pasta de Planejamento e Gestão, ainda no primeiro Governo Eduardo, Rodrigo Farias terá uma missão extra ano que vem. Ele será candidato a deputado estadual “oficial” do grupo do ex-prefeito do Recife. Rodrigo tem a total confiança do chefe, é um dos seus generais, e receberá carga para se eleger. Discreto, Rodrigo tem fidelidade canina a Geraldo, é um tarefeiro. Ele é sobrinho de Nilton Mota, ex-secretário estadual e atual presidente da Perpart. Nilton, que já foi deputado estadual, é um dos principais articuladores do PSB desde os tempos de Eduardo.

NOVAS ELEIÇÕES – Eleitores do Agreste, Sertão e Zona da Mata devem retornar às urnas em 2021 para participarem de eleições suplementares, após um pleito concorrido em novembro do ano passado, quando foram eleitos os novos prefeitos/prefeitas e os vereadores dos 184 municípios. O problema é que em alguns deles os casos foram parar na justiça eleitoral levando a cassação dos eleitos por irregularidades cometidas durante o pleito passado ou por indeferimento da candidatura. A previsão é que, em breve, ocorram novas eleições em Arcoverde, Capoeiras, Palmerina e Pesqueira. O número de cidades pode aumentar diante aos processos que estão sendo julgados, com reconhecimento da existência de abusos de direito político e econômico nas eleições, como ocorreu recentemente em Maraial e Verdejante.

PRÓ-LULA – Com a participação de centenas de pessoas, entre militantes, lideranças e parlamentares nacionais do PT em Pernambuco e em dezenas de outras cidades brasileiras, a deputada federal Marília Arraes promoveu, na última sexta, uma grande plenária virtual sobre a devolução dos direitos políticos do presidente Lula e a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro. Com o tema “Lula está Livre e Elegível. E agora?”, o encontro reuniu a base petista e a militância que acredita na reconstrução de um Brasil mais justo, como nos tempos em que o PT governou o país. “A ideia dessa plenária é deixar claro para a população que é possível viver num país melhor como nos tempos do PT, nos tempos de Lula. É por isso que convidamos lideranças do nosso partido, de fora e de Pernambuco, para participar desse importante momento de debate em defesa da Democracia”, disse.

O povo quer saber: Quantos generais de Geraldo serão candidatos a deputado?

Por Fernanda Maria, Cientista Política.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.