Em reunião com pecuaristas, Álvaro Porto é reconhecido como“deputado do agro”

By 12/05/2022 - 12:54Pernambuco

A convite de pecuaristas do Agreste, o deputado estadual Álvaro Porto (PSDB) participou, nesta quarta-feira (11.05), de reunião que tratou de detalhes técnicos da relação entre a Masterboi e os criadores e do processo de compra dos animais que abastecerão o frigorífico a ser inaugurado pela empresa em breve em Canhotinho.

Realizado na fazenda Pantanal, em Garanhuns, o encontro foi marcado pelo reconhecimento dos pecuaristas ao arrojo empreendedor da Masterboi e ao empenho do deputado em buscar as condições necessárias para a instalação do frigorífico no Agreste.

Em discursos informais, foram destacados a importância da chegada da Masterboi para o desenvolvimento da região e o fato de Porto ter mobilizado o mandato, na Alepe, fazendo com que a empresa decidisse pelo Agreste pernambucano.

“Todos sabem da nossa luta para trazer o frigorífico para a nossa região. Tivemos concorrentes de outras regiões e de outros estados, principalmente de Alagoas”, disse o deputado, acrescentando que os benefícios sociais e econômicos gerados pelo frigorífico já estão sendo sentidos em todo o Agreste e, certamente, terão repercussão em nível estadual.

Na ocasião, Álvaro Porto foi apontado como o “deputado do agro”, por ter se mobilizado em defesa do agronegócio pernambucano. Produtores lembraram que o agro vem sendo desprezado no estado, mas fizeram questão de afirmar que “o deputado está fazendo o possível e o impossível para alavancar o agronegócio na região e em Pernambuco”.

A fábrica da Masterboi de Canhotinho é a primeira a ser instalada no Nordeste, devendo vai gerar 800 empregos diretos e cerca de 3,5 mil indiretos. Resultado de um investimento de R$ 120 milhões, o frigorífico terá capacidade para abater de 500 bois por dia, podendo chegar ao dobro. É este potencial que já atrai empresas, estimula negócios e a ampliação e melhoramento de rebanhos.

Porto destaca que, diante desta realidade, grandes e pequenos pecuaristas passam a ter um comprador certo e habilitado a oferecer preços atrativos. “Os produtores vão ter a certeza de vendas de animais e a garantia de pagamento”, afirma.

O deputado prevê ainda que a repercussão positiva da Masterboi vai provocar o aquecimento de setores de serviço, comércio, alimentação, hoteleiro, entre outros.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.