Feira da Sulanca de Agrestina é um dos compromissos de Carmen e Paulo

Um dos carros chefes da campanha eleitoral de Carmem Miriam e Paulo Sargento para a Prefeitura de Agrestina, no Agreste de Pernambuco, é a implantação da Feira da Sulanca no município. Atrelado ao Programa Facção Compartilhada, o projeto visa a geração de emprego e renda para os moradores do município.

A candidata à prefeita destaca que esse é um projeto sonhado por ela. “O nosso povo anda muito sofrido e a gente tem que trazer a geração de renda para o nosso município. O povo precisa sair para trabalhar fora e a gente precisa trazer esse pessoal de volta, para trabalhar onde mora”, refletiu Carmem Miriam.

A ideia, segundo ela e o candidato a vice-prefeito, Paulo Sargento, é usar as instalações onde funcionou a Eurosono, empresa que deveria ter gerado mais de 250 empregos, promessa não concretizada pela atual gestão.

OUTRAS PROPOSTAS

As duas propostas fazem parte do Programa de Governo da Coligação Agrestina do Lado Certo, na área de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente. Também fazem parte a implantação do Procon Regional, que atrairá maior fluxo de pessoas ao município e a possibilidade de solução administrativa dos conflitos do consumidor; bem como a instituição do Conselho de Desenvolvimento, com o objetivo de decidir os rumos da economia, da geração de emprego e de renda, além do fortalecimento do comércio local.

Ainda no mesmo campo de propostas, estão a implantação da Rede Integrada de Apoio e Proteção Animal, a fim de estruturar um Centro de Controle de Zoonoses para atender e atuar nas políticas públicas de controle de doenças e agravos relacionados a animais e meio ambiente, assim como a instituição de parcerias com organizações do terceiro setor, com a finalidade de prestar assistência aos animais abandonados.

Também fazem parte a reorganização do sistema de limpeza pública, incluindo a varrição com frequência e qualidade; assim como a criação da coleta seletiva de lixo, estimulando as cooperativas de catadores, com a construção de galpão e a implantação de usinas de reciclagem, dotando ainda o aterro sanitário para a realização do tratamento final dos resíduos sólidos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.