Prefeitura do Recife entrega ações de urbanização e avança com obras de revestimento de canal no Coque

Moradores comemoram a entrega das intervenções sociais e urbanas do programa Mais Vida, a inauguração das obras de pavimentação e drenagem da Rua Jansen e o avanço dos serviços de revestimento do Canal Ibiporã

A comunidade do Coque, situada no bairro da Ilha Joana Bezerra, comemorou, neste sábado (16), a entrega de diversas ações de urbanização realizadas pela Prefeitura do Recife. O prefeito João Campos inaugurou as intervenções sociais e urbanas realizadas pelo Programa Mais Vida, entregou os serviços de pavimentação e drenagem da Rua Jansen e realizou vistoria nas obras de revestimento do Canal Ibiporã. O investimento no pacote de melhorias chega a R$ 8 milhões.

Contando com o apoio da Tintas Coral e Cimento Forte e feitas com base na escuta dos moradores, as intervenções do Programa Mais Vida aconteceram no entorno do Canal Ibiporã e incluíram melhorias na infraestrutura e criação de novos espaços de convivência e lazer. A praça Astério Rufino Alves passou por uma reforma completa, pensada com e para as crianças, e agora possui um campinho com alambrado, um escorrego de escalada com caixa de areia, jardineiras e bancos. Outra ação do Mais Vida foi a construção do parque infantil Labirinto do Mangue, com uma estrutura segura e acolhedora, que inclui bancos de apoio para pais e crianças, escalada, “Rampa Maluca”, morrotes de concreto, escorrego com caixa de areia, balanço e pódio.

De acordo com o prefeito João Campos, essas melhorias de infraestrutura são essenciais para uma cidade melhor. “Foi um investimento grande aqui. Temos mais de um quilômetro revitalizado, fizemos uma área de convivência, foram mais de oito oficinas presenciais, mais de 30 atividades multissetoriais da prefeitura coordenadas pela Secretaria Executiva de Inovação Urbana. Foi feita toda uma área de convivência, com equipamento de lazer, de esporte, cidadania, tudo completamente revitalizado. Foram erradicados pontos de descarte irregular de lixo e estamos construindo uma cidade melhor, nos quatro cantos, ouvindo cada comunidade, entendendo as prioridades e fazendo junto”, afirmou.

A área no Coque ganhou também dois espaços de convivência com mobiliários urbanos, jardineiras, módulo de ginástica, arte urbana, pinturas lúdicas nas calçadas e o plantio de novas árvores. Além disso, foi feita a instalação de placas afetivas com os nomes das ruas e de todas as intervenções realizadas. As melhorias na infraestrutura vão desde a substituição de canaletas, drenagem, implantação de asfalto e novos postes de iluminação até a instalação de lixeiras nas ruas Ibiporã, Mirandópolis, Diamante do Norte e Guapirama.

Por meio do Programa Colorindo o Recife, foram criados nove painéis de arte urbana nas ruas da comunidade do Coque, com autoria dos artistas: Estrelinha, Fil, PS, Plasma, Rafaele, Renna, Sang, Tchoca e Torvi Osmo. Além disso, o programa Mais Vida promoveu um mutirão de pintura, onde o colorido invadiu a fachada de 150 casas nas proximidades do canal, juntamente com a renovação da pintura da ciclofaixa, lombadas, faixa de pedestres e meio-fio. Quatro pontilhões também receberam arte urbana por meio de uma ação de pintura envolvendo moradores e voluntários.

O Programa Mais Vida transformou o entorno do Canal Ibiporã em espaços de convivência com a participação ativa dos moradores, que tiveram suas vozes ouvidas em sete reuniões e oficinas de cocriação. A metodologia de engajamento também incluiu doze oficinas variadas, como a de turbantes, mapeamento afetivo, pintura, culinária sustentável, contação de histórias e arte urbana com a artista Mila Barros.

Em parceria com a Santa Rosa Engenharia e a Ciclo Ambiental, o programa também ofereceu um curso de imersão sustentável focado na produção de tijolos ecológicos, que contribuiu para a remoção de pontos críticos de lixo e trouxe vida aos mobiliários urbanos nas proximidades do canal, tornando as áreas ainda mais acolhedoras para a comunidade.  

PAVIMENTAÇÃO – As obras de pavimentação e drenagem da Rua Jansen, entregues neste sábado (16) no âmbito do Programa Rua Tinindo, receberam investimentos em torno de R$ 207 mil para beneficiar uma extensão total de 57 metros. A via agora conta com piso intertravado e ganhou 3 caixas coletoras, 3 poços e 60 metros de tubos PEAD 400mm. Os passeios ficam no mesmo nível do pavimento.

Com o Programa Rua Tinindo, a gestão municipal já concluiu a pavimentação de 10 ruas e outras 44 estão com os serviços em andamento nas seis Regiões Político-Administrativas (RPAs) da cidade O Rua Tinindo vai beneficiar cerca de 150 vias em um investimento de cerca de R$ 120 milhões., melhorando as condições de tráfego e levando mais conforto, dignidade e qualidade de vida para moradores e condutores. Além disso, as intervenções na drenagem melhoram o escoamento e a captação das águas das chuvas, eliminando pontos de alagamento.

De acordo com a moradora da Rua Jansen, Andrecia Lima, de 34 anos, a pavimentação da rua vai trazer muito mais qualidade de vida para os moradores. “Isso aqui mudou o nosso bairro e mudou a autoestima da gente enquanto morador. Mudou a vida das crianças e até mesmo a visibilidade da comunidade como um todo. Isso aqui era só buraco e agora tá ótimo”.

CANAL – As obras de urbanização dos trechos III e IV do canal Ibiporã estão sendo executadas na área entre a Rua Cabo Eutrópio e o braço do Rio Capibaribe, com investimentos na ordem de R$ 7,5 milhões, abrangendo uma área de 14,2 mil metros quadrados. A iniciativa promove o revestimento da calha do canal e a criação de duas vias marginais que seguem em direção à Rua Nova Aurora e às margens do rio, incluindo serviços de drenagem, terraplanagem e pavimentação; passeios públicos; ciclovia; e parque linear composto de áreas verdes, arborização e mobiliário urbano, formando um conjunto de pequenas praças que se distribuem ao longo do canal.

Esta fase da obra inclui um trecho de 234 metros. Estão sendo executados os serviços de pavimentação em paralelepípedos e CBUQ nas vias marginais, a implantação de passeios em intertravado, a relocação da rede principal de água, a interligação entre os canais secundário e principal e a construção de dois pontilhões.

A urbanização do Canal Ibiporã foi iniciada com a realização de obras nos trechos I e II, já entregues para a população, que totalizam 530 metros de urbanização. Os trabalhos incluíram o revestimento da calha do canal, construção de calçadas, rampas de acessibilidade, passarelas para pedestres, iluminação pública e plantio de grama e árvores de pequeno porte. O projeto contemplou também a pavimentação da Rua Ibiporã e representou um investimento de aproximadamente R$ 19 milhões.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.