Paulo Câmara anuncia ampliação de anistia de dívidas para motos até 162 cilindradas

By 19/08/2021 - 15:12Pernambuco

Governador já havia estabelecido o perdão de dívidas para veículos de até 150 cilindradas. Ampliação foi divulgada nesta quinta-feira

ARARIPINA – Dando continuidade à agenda intensa de compromissos por todas as regiões de Pernambuco, o governador Paulo Câmara esteve, nesta quinta-feira (19.08), em municípios do Sertão do Araripe, como parte do Plano Retomada – pacote de incentivos para projetos estruturadores no Estado e estímulo à geração de empregos, anunciado no início de agosto. Na visita, o governador anunciou a ampliação do projeto de lei de Anistia e Remissão de Créditos Tributários para proprietários de motocicletas e motonetas. Agora, estão incluídos débitos de veículos com até 162 cilindradas, vencidos até 31 de dezembro de 2020. O projeto inclui o parcelamento e prorrogação de prazo de recolhimento do IPVA, visando oferecer estímulo aos condutores e, indiretamente, fortalecer a economia.

“Nós vamos dar garantia a quem utiliza as motos para o seu ir e vir, para o trabalho, para quem usa com suas famílias, que possa transitar em todas as estradas pernambucanas com a segurança necessária. Esse projeto já está na Assembleia Legislativa. Quem tem motocicleta e não pôde, diante de tanta dificuldade dos últimos anos, pagar seu IPVA e suas taxas, saiba que com a aprovação da Assembleia, de 2020 para trás está perdoado, e 2021, que já venceu, nós estamos prorrogando para o final do ano, dando desconto para quem pagar em parcela única”, explicou Paulo Câmara.

O anúncio foi feito durante evento de inauguração da reforma e ampliação da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Padre Luiz Gonzaga. A obra – orçada em R$ 1,3 milhão – inclui reforma geral da cozinha, adaptação de sala para laboratórios de física e matemática, reforma dos banheiros, ampliação do refeitório e uma cozinha completa com despensas, banheiro dos funcionários e área de serviço. Na escola, Paulo Câmara anunciou a cobertura da quadra e assinou a autorização para licitação de outra, na Escola São João Batista, também em Araripina. A área total é de 772,40 metros quadrados, com cobertura. O governador autorizou ainda a licitação para construção de quadra da Escola Artur Barros Cavalcanti, no município de Bodocó.

Também foi assinada por Paulo Câmara a ordem de serviço para início das reformas e mudanças na Agência do Trabalho de Araripina, que será transformada na Central de Oportunidades de Pernambuco (COPE), reunindo os serviços oferecidos pela Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação em um só lugar. “A pandemia é um desafio, mas a geração de empregos também é outro desafio enorme. Pensando na retomada, a gente vem acelerar um conjunto de ações que já eram pedidas desde a minha primeira campanha. Agora, nós conseguimos tornar realidade muita coisa. Já autorizamos projetos e início de contrações. O mais importante: o dinheiro já está garantido”, pontuou.

Reforçando a malha viária do Estado, Paulo Câmara assinou a autorização para licitação do projeto da VPE-700. “É uma satisfação acompanhar o governador autorizando projetos importantes de infraestrutura, nesse momento em que a infraestrutura contribui para o desenvolvimento econômico e social do Estado. O Araripe cresceu muito nos últimos tempos, e a infraestrutura vai passar a acompanhar agora”, reforçou a secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista. Foi autorizada ainda a contratação de um terminal provisório para o Aeroporto de Araripina, que passa, no momento, por obras para requalificação da pista. Ao todo, o investimento soma quase R$ 3,4 milhões e é estratégico para fortalecer a aviação regional no Estado.

Antes de dar prosseguimento aos compromissos seguintes, o governador assinou convênio com o projeto Eficiência Produtiva do Gesso, no valor total de R$ 384 mil. Serão beneficiadas 30 empresas de Araripina que atuam neste segmento, com o objetivo de melhorar a eficiência do processo produtivo, a produção, os custos e o tempo de processo. Também foi lançado o Projeto de Conversão Energética das Calcinadoras de Gesso. Outro convênio assinado foi o do Projeto Mãos na Massa, para beneficiar um grupo de 90 mulheres produtoras rurais, de todo Sertão do Araripe, além do município de Cedro, próximo a Salgueiro, totalizando um investimento superior a R$ 283 mil.

Também estiveram presentes ao evento em Araripina a vice-governadora Luciana Santos, os secretários estaduais José Neto (Casa Civil), Alexandre Rebelo (Planejamento e Gestão), Marcelo Barros (Educação e Esportes), André Longo (Saúde), Rodrigo Novaes (Turismo), Lucas Ramos (Ciência, Tecnologia e Inovação), Claudiano Martins Filho (Desenvolvimento Agrário), Alberes Lopes (Trabalho, Emprego e Qualificação), Tomé França (Desenvolvimento Urbano e Habitação), Cloves Benevides (Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas); o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros; os presidentes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Maurício Canuto; da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Manuela Marinho; da PERPART, Nilton Mota; da AD DIPER, Roberto Abreu e Lima; e do SEBRAE, Ricardo Essinger. Também participaram os deputados federais Augusto Coutinho, Gonzaga Patriota, Silvio Costa Filho, e Tadeu Alencar; os deputados estaduais Roberta Arraes e Antônio Fernando, além de prefeitos da região.

ABASTECIMENTO – Com o objetivo de ampliar o abastecimento de água para a população, Paulo Câmara assinou também nesta quinta-feira a autorização para intervenções a partir do Sistema Adutor do Oeste. As inciativas, com um investimento na ordem de R$ 32,5 milhões, vão beneficiar mais de 250 mil pessoas. O governador também autorizou a liberação de recursos para intervenções na Barragem Lopes II, orçadas em R$ 9 milhões, que vão ampliar a distribuição para os municípios de Bodocó, Exu, Moreilândia e Granito. Outros R$ 4 milhões serão investidos em obras complementares do Sistema da Barragem do Chapéu, beneficiando moradores de Parnamirim, Ouricuri, Trindade, Ipubi, Araripina, Santa Cruz e Santa Filomena. Por fim, dentro do mesmo projeto, serão aplicados R$ 18 milhões na ampliação da capacidade da Estação de Tratamento de Água Voluntários da Pátria, em Ouricuri, para atendimento a comunidades rurais ao longo do Sistema Adutor do Oeste.

Em Trindade, Paulo Câmara anunciou o investimento de R$ 1 milhão no projeto de abastecimento do bairro São Geraldo, que contemplará 1,5 mil pessoas com fornecimento de água via rede. Para a localidade Sítio Bonita, na zona rural do município de Trindade, também foi autorizada a liberação de recursos de R$ 300 mil para o assentamento da nova rede de distribuição, que beneficiará 500 habitantes com água nas torneiras. Em Bodocó, o governador autorizou as obras de implantação de rede de distribuição para as localidades Cachoeira, Paus Pretos e Roncador, na zona rural de Bodocó. O investimento, de R$ 235 mil, contemplará 360 pessoas com abastecimento via rede.

SAÚDE – Com a queda nos indicadores e de solicitações de internação em Araripina, o governador anunciou que o Hospital e Maternidade Santa Maria terá 20 leitos de terapia intensiva adulto, antes voltados para pacientes com Covid-19, reconvertidos para UTI Geral. Atualmente, a unidade de saúde conta com 60 leitos de UTI Adulto, sendo os 20 reconvertidos e outros 40 que irão permanecer dedicados a pacientes com o novo coronavírus. Além disso, o serviço possui os primeiros dez leitos de UTI neonatais do Araripe, inaugurados no mês de maio.

“Montamos uma ampla rede de saúde para o enfrentamento da Covid-19 em todas as regiões pernambucanas. Com a queda no número de casos, estamos adaptando os serviços para receber pacientes de outras patologias, qualificando a assistência. A reconversão desses leitos de UTI no Santa Maria irá evitar o deslocamento dos pacientes para outras regiões, permitindo o acompanhamento com a mesma qualidade e estrutura de outros polos de saúde”, destacou o secretário estadual de Saúde, André Longo, que acompanhou o governador na visita ao Araripe.

Paulo Câmara anunciou ainda a cessão de um imóvel localizado em Araripina para que o Instituto Social das Medianeiras da Paz implante o Centro de Oncologia do Sertão. Um levantamento realizado pelo próprio Instituto mostrou que 600 pacientes do Sertão do Araripe precisam se deslocar para outros centros urbanos para receber assistência oncológica. A criação do espaço vai garantir toda a linha de cuidado, com diagnóstico e tratamento.

Foto: Heudes Regis/SEI

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.